PUBLICIDADE
Esportes

Prestes a jogar terceira Copa, Thiago Silva vê Brasil forte mentalmente

Dos 23 convocados por Tite para o Copa do Mundo da Rússia, Thiago Silva, com 33 anos, divide o posto de mais velho da Seleção Brasileira junto de Fernandinho e Miranda. Porém, o zagueiro do Paris Saint-Germain ganha no quesito experiência, afinal será o terceiro Mundial de seu currículo. Em entrevista, o capitão do Brasil em [?]

16:45 | 14/05/2018

Dos 23 convocados por Tite para o Copa do Mundo da Rússia, Thiago Silva, com 33 anos, divide o posto de mais velho da Seleção Brasileira junto de Fernandinho e Miranda. Porém, o zagueiro do Paris Saint-Germain ganha no quesito experiência, afinal será o terceiro Mundial de seu currículo.

Em entrevista, o capitão do Brasil em 2014 destacou que espera ajudar os novatos durante o torneio, mas analisa que a maioria dos chamados por Tite estão acostumados a competições desse porte, uma vez que disputam Liga dos Campeões. Assim como Thiago, Neymar, Paulinho, Willian, Fernandinho e Marcelo são remanescentes da última Copa.

?Não esperava disputar três Copas. Com o corte do Dani (Alves), sou o único do grupo a estar disputando a terceira (Copa). É mais que um prazer, posso dividir isso com os meus companheiros, passar um pouco da minha experiência. Mas acho que todos sabem da importância (de um Mundial), estão acostumados com Liga dos Campeões, onde se joga sempre com os melhores. Experiência de 2010 e 2014 vai ajudar a gente nessa caminhada. Não jogaram 2010, mas alguns jogaram 2014 e sabem como é. Todos têm que estar em um bom dia, cientes da dificuldade que é jogar uma Copa?, disse o zagueiro à Rádio Globo.

Por fim, Thiago Silva analisou como é complicado jogar uma partida de Mundial, revelou conversas com Tite e afirmou que a equipe está preparada mentalmente.

?Todos os jogos são difíceis, independente dos adversários. Temos que saber como vencer nossos oponentes, minimizar os erros e criar o máximo possível, aproveitando as oportunidades. Tem que estar atento em todos os momentos. Quando se toma um gol, mexe no psicológico e de repente você não tem tempo para virar o placar. Saindo na frente você tem uma confiança maior. A equipe está pronta, a comissão técnica nos preparou. Estamos no caminho certo. Tite sempre fala para nos concentrarmos no nosso jogo. Jogo é jogado, não falado. Se sair atrás do placar, continue jogando. Se sair na frente, continue jogando. Mentalmente temos que estar forte?, declarou o atleta do PSG.

Os comandados de Tite iniciarão sua preparação para a estreia no Mundial com uma semana de treinamentos em Teresópolis, entre os dias 21 e 27 de maio. De lá, a delegação seguirá para a Inglaterra, onde fará amistoso contra a Croácia em 3 de junho. O último teste antes do Mundial será diante da Áustria, em Viena, no dia 10. No grupo E da principal competição do planeta, o Brasil de Tite enfrentará Suíça, Costa Rica e Sérvia.

 

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS