PUBLICIDADE
Esportes

Personalidades do basquete marcam presença no Jogo das Estrelas

O Jogo das Estrelas da LBF 2018 foi um grande sucesso. Na quadra, um show de atrações. Nas arquibancadas, uma linda festa que reuniu 3.500 pessoas no Ginásio Pedro Dell?Antonia, em Santo André. Nomes históricos da modalidade, como Hortência, Janeth, Helen, Alessandra, Leila e Marta, estiveram presentes e deram declarações . O técnico da seleção [?]

21:15 | 09/04/2018

O Jogo das Estrelas da LBF 2018 foi um grande sucesso. Na quadra, um show de atrações. Nas arquibancadas, uma linda festa que reuniu 3.500 pessoas no Ginásio Pedro Dell?Antonia, em Santo André.

Nomes históricos da modalidade, como Hortência, Janeth, Helen, Alessandra, Leila e Marta, estiveram presentes e deram declarações . O técnico da seleção brasileira, Carlos Lima, também compareceu.

Hortência, campeã Mundial em 1994 e medalhista Olímpica pela Seleção, elogiou o grande público e as jogadoras.

?Adorei que o basquete feminino colocou 3.500 mil pessoas para ver o evento. Uma tarde muito agradável com várias atrações que chamaram a atenção do público e o intercâmbio internacional importante, principalmente para as mais novas, entre Brasil e Argentina?.

Alessandra, campeã Mundial em 1994 e duas vezes medalhista Olímpica pela Seleção, também destacou a grande presença de público e a qualidade das atletas.

?Fazia muito tempo que não via o ginásio tão cheio em Santo André. Foi uma ótima iniciativa abaixar a altura da cesta pro Torneio de Enterradas, para empolgar o público e incentivar as jogadoras a fazerem algo diferente. O torneio de três pontos foi bem disputado e as habilidades também. No Jogo em si, saímos dos formatos antigos; e trazer a Liga argentina foi uma ótima ideia, pela festa do basquete. Envolver as crianças com a clínica com a Cristal, isso é de pura importância. Temos que formar grandes cidadãos e consequentemente grandes atletas. Parabéns a todos pela organização desse grande evento?.

Gil, pivô da Uninassau e atleta mais votada pelo público para o Jogo das Estrelas, agradeceu os fãs por votarem nela e elogiou a organização do evento.

?Rever amigos, ex-atletas de peso que marcaram e fizeram história no nosso Basquete é muito gratificante e não é sempre que isso acontece. Gostaria de agradecer a todos que votaram e a todos que direta ou indiretamente fizeram parte da nossa festa. Um clima sensacional, que levantou o público. Só felicidade e gratidão?.

Marcelo Sousa, Diretor Executivo da CBB, exaltou o grande evento e enalteceu a qualidade das jogadoras.

?Foi a primeira vez que estive no Jogo das Estrelas da LBF e foi uma festa que acertou em cheio, mostrando o bom momento da Liga e a união dos clubes com o Presidente Ricardo Molina. Fiquei contente com as meninas na quadra com as muitas famílias que vi na arquibancada. Achei um acerto gigante o Torneio de Enterradas, o ponto alto do evento. Deu dinamismo a tudo aquilo que o Ricardo apregoou e atendeu em cheio a expectativa. Sai de lá muito contente com o que vi?.

Leila Sobral, campeã Mundial em 1994 e medalhista olímpica em 1996 pela Seleção, se emocionou com a festa e com o encontro com antigas companheiras de clube.

?Particularmente, fiquei emocionada, pois além de ser em uma ?casa? que treinei a vida toda, reencontrar amigos treinadores foi o máximo. O clima de jogo internacional, as brincadeiras, a interação do público foram um verdadeiro show?.

Helen Luz, campeã Mundial em 1994 e medalhista olímpica em 2000 pela Seleção, exaltou o trabalho feito pela organização.

?A festa foi linda, ginásio maravilhoso, e a gente sempre vai torcer para que o basquete feminino viva momentos assim. Estou muito feliz de poder participar dessa festa, Ginásio estava lindo. Acho que quando você faz as coisas com carinho, planejamento e dedicação, que é o que a Liga está fazendo, a tendência é crescer e se fortalecer com mais times participando do campeonato. A gente já tem dois anos de planejamento, já sabe o que vai acontecer em 2019 e 2020, e isso dá credibilidade e segurança pras equipes trabalharem também?.

O Jogo das Estrelas 2018 terminou com os títulos de Débora, do Santo André, nas Habilidades, Tassia, do Uninassau, nos Três Pontos e Bianca, do Santo André, no Torneio de Enterradas. Além dos desafios individuais, a seleção da La Liga Argentina venceu o Desafio Internacional sobre a Seleção Brasileira.

Gazeta Esportiva

TAGS