PUBLICIDADE
Esportes

Márquez espera reação nos EUA e analisa concorrentes da Moto GP

Atual campeão da MotoGP, Marc Márquez não vive um bom início de temporada em 2018. Apesar da segunda colocação na estreia do ano no Qatar, o espanhol acabou se envolvendo em algumas polêmicas na prova da Argentina, onde encerrou sua participação na 18ª colocação. Com isso, o espanhol ocupa a quinta colocação na classificação geral [?]

09:45 | 11/04/2018

Atual campeão da MotoGP, Marc Márquez não vive um bom início de temporada em 2018. Apesar da segunda colocação na estreia do ano no Qatar, o espanhol acabou se envolvendo em algumas polêmicas na prova da Argentina, onde encerrou sua participação na 18ª colocação. Com isso, o espanhol ocupa a quinta colocação na classificação geral e começa a se distanciar dos líderes.

No entanto, a situação ruim do piloto já tem data para acabar. No próximo dia 22 de março, as motos retornam para pista para a disputa do Grande Prêmio das Américas, realizado em Austin, nos Estados Unidos. A prova traz boas lembranças para Márquez, que nos seus cinco anos de carreira, nunca deixou essa pista sem ser o vencedor da prova.

?Tenho consciência que não estou na colocação ideal na classificação. Mas neste momento no ano passado estava muito pior. Este ano me sinto diferente na moto, me sinto mais confiante de esse período do ano passado, apesar do resultado ruim na Argentina. Nosso pensamento é de vencer nos Estados Unidos, e começar a somar pontos para melhorarmos na classificação?, avaliou o piloto durante um evento realizado pelos seus patrocinadores em São Paulo.

Além de fazer uma análise para a sequência da temporada, Márquez também comentou sobre a sua máquina da Honda e fez questão de afirmar que vê o modelo atual mais balanceado em comparação a temporada passada.

?No ano passado, era um motor novo. Demoramos para nos acostumar com ele. Hoje, é basicamente o mesmo motor com um potência maior, o que nos facilita a trabalhar nele por já temos algum conhecimento sobre o protótipo?, analisou o piloto.

Outra análise feita pelo tetra-campeão foi feita sobre os seus concorrentes. Questionado sobre quais serão os seus concorrentes pelo título da MotoGP, o espanhol não escondeu o jogo e citou até mesmo o que tem corrido mais rápido.

?Hoje dá pra citar cinco ou seis pilotos. Andrea Dovizioso, os dois da Yamaha (Valentino Rossi e Maverick Viñales) e Johann Zarco. Mas hoje, Dovizioso tem sido mais constante e mais rápido?, completou.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

TAGS