PUBLICIDADE
Esportes

Tricampeão em São Paulo, Cuevas critica quadras do Aberto do Brasil

Campeão três vezes do Aberto do Brasil, o uruguaio Pablo Cuevas não foi tão bem na edição de 2018 e caiu nas semifinais do torneio. No entanto, o tenista comentou sobre sua passagem pela cidade de São Paulo e criticou a qualidade das quadras, o que atrapalhou seu rendimento durante os três jogos que fez [?]

11:00 | 05/03/2018

Campeão três vezes do Aberto do Brasil, o uruguaio Pablo Cuevas não foi tão bem na edição de 2018 e caiu nas semifinais do torneio. No entanto, o tenista comentou sobre sua passagem pela cidade de São Paulo e criticou a qualidade das quadras, o que atrapalhou seu rendimento durante os três jogos que fez no Ginásio do Ibirapuera.

?O que posso afirmar é que não me senti tão bem, talvez por causa da partida longa de ontem e isso me deixou bastante impreciso. Não consegui me encontrar seguro e tranquilo na partida em momento algum. Não estou jogando um tênis ruim, mas preciso ter mais foco e espírito competitivo durante as partidas, algo que está me custando caro nestes últimos torneios?, afirmou o tenista uruguaio.

O atual número 34 do ranking mundial também criticou as condições das quadras e da forma como teve que treinar. ?Uma vez que você está em quadra, você consegue perceber que o ginásio é muito bonito, mas as condições de treino aqui não foram nada fáceis, tenho que admitir. Faltavam quadras e elas estavam em condições bem ruins. Isso  atrapalhou um pouco, e além disso você tinha que treinar ou muito cedo ou muito tarde?

Por fim, Cuevas ?cravou? que jogará novamente o Aberto do Brasil e elogiou o Rio Open, principal torneio da América do Sul. ?Pretendo estar mais alguns anos no circuito mundial e com certeza retornarei, pois gosto muito dos torneios sul-americanos. Tive uma gira normal, o torneio no Rio de Janeiro é o mais importante, mas infelizmente caí nas quartas e tinha expectativas mais altas?

Gazeta Esportiva

TAGS