PUBLICIDADE
Esportes

Treino, improviso ou inspiração? Paulinho, do Basquete Cearense, fala de cesta milagrosa de 3 pontos

16:03 | 22/03/2018
NULL
NULL
[VIDEO1] 
A cesta inusitada convertida pelo armador Paulinho que fez o Basquete Cearense virar a partida sobre o Bauru e vencer por 81 a 80 nos dois segundos finais de partida, não foi fruto de improviso, tampouco de treino. O Esportes O POVO conversou com o atleta, que revelou de onde veio a inspiração. Ele afirma também que já tinha tentado o mesmo lance nesta edição do Novo Basquete Brasil (NBB), mas só agora obteve sucesso.

“Pedi para os meus companheiros deixarem aquela área mais livre, tanto que saio correndo até antes um pouco pro lado, porque eu sabia que a bola ia pra lá e deu certo. A força, a mira, deu tudo certo”, relembrou o lance, Paulinho, qualificando o arremesso como difícil, devido a marcação do ala Alex, do Bauru.

O lance realizado na noite da última quarta-feira, 21, no Ginásio Paulo Sarasate, foi um aprimoramento tanto da jogada original, que o inspirou, quanto da primeira vez que ele tentou executar, na partida contra o Vasco, no Rio de Janeiro. 
[FOTO1]
“Eu lembro do Marcelinho Huertas, na seleção brasileira, num jogo do Mundial de 2010. Era Brasil e Estados Unidos, tava dois pontos (a frente) para eles. No caso, ele errou o primeiro (lance livro) e ele teve que errar o segundo de propósito, porque se acertasse os dois era prorrogação (e já não podia mais levar para esse estágio). Huertas errou e voltou na mão dele, só que ele não conseguiu arremessar e passou pro Leandro, que quase fez”, revelou o armador do Carcará, dizendo que chegou a mostrar o lance (veja a partir de 4:10) para o filho, quando errou diante do Vasco, para mostrar o que quis fazer.

Engana-se, porém, quem pensa que Paulinho, nascido em Mogi das Cruzes-SP e com 33 anos, treina o mesmo lance exaustivamente todos os dias. “Ninguém fica treinando dar um passe no aro, mas a gente brinca; olha, se um dia acontecer isso, vê como que faz e vai brincando, brincando e nessa de brincar vai tendo uma referência na hora que precisa”

A repercussão assustou o atleta, que comentou orgulhoso que o lance foi parar até em emissoras de TV internacionais. “Na madrugada recebi várias mensagens. Sei que foi uma jogada diferenciada, foi bem no estouro, dentro de um local difícil, fez o lance ficar mais bonito ainda”, disse.

O lance, porém, foi mais que belo para o Basquete Cearense. Paulinho destacou a importância da vitória sobre o Bauru para os próximos jogos do Carcará. “Com essa vitória a gente se manteve na décima colocação, mas tem mais dois jogos e se ganhar um deles vamos para o nono lugar”, celebra o jogador, mirando os Play-Offs.
 
 


TAGS