PUBLICIDADE
Esportes

Hugo Calderano cai para chinês mas leva prata histórica no Aberto do Qatar

 A medalha foi de prata, mas a campanha foi de ouro. Neste domingo (11), Hugo Calderano conquistou o vice-campeonato no Aberto do Catar, etapa Platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Considerado equivalente a um Grand Slam do tênis, o torneio, disputado em Doha, contou com 15 dos 16 melhores mesatenistas do planeta. Esta [?]

14:15 | 11/03/2018

 A medalha foi de prata, mas a campanha foi de ouro. Neste domingo (11), Hugo Calderano conquistou o vice-campeonato no Aberto do Catar, etapa Platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Considerado equivalente a um Grand Slam do tênis, o torneio, disputado em Doha, contou com 15 dos 16 melhores mesatenistas do planeta. Esta foi a primeira vez na história que um brasileiro chegou à final num torneio desse nível, o mais alto da modalidade.

Hugo Calderano fez um duelo muito equilibrado, mas parou no chinês Fan Zhendong, número dois do mundo, na final do Aberto do Qatar, neste domingo (11). Apesar do revés por 4 sets a 0 (13/11, 12/10, 11/7 e 11/7), Hugo, atual 15º do mundo, ainda assumiu a vice-liderança do ranking da temporada, com 363 pontos, atrás apenas de Fan Zhendong, invicto em 2018. Em duas etapas realizadas no ano, o brasileiro conquistou sua segunda medalha, já que havia levado o bronze na Hungria, em janeiro.

O caminho de Hugo Calderano até a decisão do campeonato impressionou o mundo do tênis de mesa. O atleta superou nomes como o alemão Timo Boll, atual número 1 do ranking. E na semifinal, não deu chances ao chinês Lin Gaoyuan, quarto melhor do mundo, vencendo por 4 a 0. O adversário da final, Fan Zhendong assume a ponta do ranking após o título.

Esta foi a segunda medalha de Calderano em duas etapas do Circuito Mundial disputadas em 2018. A primeira foi um bronze, na Hungria. Na ocasião, o brasileiro também foi derrotado pelo adversário da final de hoje. Antes da prata deste domingo, o melhor desempenho individual do brasileiro em um evento Platinum havia sido no Aberto da Áustria do ano passado, quando chegou às quartas de final. Nas duplas, ele já tinha um pódio: foi vice-campeão ao lado de Gustavo Tsuboi no próprio Qatar, em 2015. Esta era, até então, a única final com presença brasileira em uma competição deste porte.

Os próximos compromissos de Calderano na Alemanha nas próximas duas semanas. Na sexta-feira (16), sua equipe, o Liebherr Ochsenhausen, fará um clássico local no confronto de ida das quartas de final da Champions League contra Borussia Düsseldorf, que tem como principal estrela Timo Boll. Dois dias depois, tem mais uma partida decisiva, agora pela Liga Alemã, contra Zugbrücke Grenzau ? o time do brasileiro briga pra assegurar vaga nos playoffs. Já entre os dias 23 e 25, Hugo disputará o Aberto da Alemanha, mais uma etapa Platinum do Circuito Mundial.


Gazeta Esportiva

TAGS