PUBLICIDADE
Esportes

Com polêmicas e vantagem invertida, América recebe o Atlético no Indepa

Os últimos confrontos entre América e Atlético tem sido bastante polêmicos. O lado alviverde da história fica na reclamação e sobra para os árbitros a bronca. Para este domingo, às 16h (de Brasília), o segundo duelo das semifinais promete ser bem agitados no Independência. Isso porque o Galo venceu o primeiro jogo, nessa quinta-feira, por [?]

20:15 | 24/03/2018

Os últimos confrontos entre América e Atlético tem sido bastante polêmicos. O lado alviverde da história fica na reclamação e sobra para os árbitros a bronca. Para este domingo, às 16h (de Brasília), o segundo duelo das semifinais promete ser bem agitados no Independência.

Isso porque o Galo venceu o primeiro jogo, nessa quinta-feira, por 1 a 0, no Independência. O gol do Galo foi legítimo, fruto de um vacilo do sistema defensivo americano. Todavia, o América também balançou as redes, em duas oportunidades, em ambas anulados pelo árbitro e auxiliares. Vale ressaltar que o segundo tento, marcado por Rafael Moura estava impedido. Se o atacante não tivesse participado do lance o gol seria validado.

Na saída do gramado, os jogadores americanos e diretoria sugeriram favorecimento da arbitragem de Igor Júnio Benevenuto. Justo o árbitro da casa, que foi escolhido recentemente o melhor juiz de Minas Gerais. O zagueiro Rafael Lima, inclusive, citou o Rio Grande do Sul e disse que os árbitros ?não puxam para o Grêmio? contra um pequeno.

Um dos diretores do América perdeu completamente a paciência. No uso das redes sociais, Anderson Racilan, esbravejou contra a arbitragem e usou o escudo do Atlético com as iniciais da Federação Mineira de Futebol. Dentro do Independência, após o jogo, ele também gritou bastante e precisou ser contido.

Restou ao catarinense, Bráulio da Silva Machado a bomba de apitar América e Atlético. A crise entre os clubes e a arbitragem ocorreu também no primeiro duelo de 2018, quando dois lances muito parecidos ? e até hoje discutidos ? foram tratados de forma diferente: para o Galo gol, para o América a zaga tirou em cima da linha.

Em campo, o Galo conseguiu inverter o lado da vantagem. Antes, o Coelho jogava por dois empates. O Atlético, no entanto, venceu e obriga o América a vencer para se classificar.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA X ATLÉTICO

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 21 de março de 2018, Domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado

Auxiliar: Rodrigo Carvalhães de Miranda e Alexandre Vargas Tavares de Jesus.

ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias e Cazares; Luan, Erik e Ricardo Oliveira

Técnico: Thiago Larghi

AMÉRICA ? Jori, Norberto, Messias, Rafael Lima, Giovanni, David, Zé Ricardo, Serginho (Ruy), Luan, Aylon, Rafael Moura.

Técnico: Enderson Moreira

Gazeta Esportiva

TAGS