PUBLICIDADE
Esportes

Com Mbappé iluminado, PSG bate Angers e dispara ainda mais no Francês

Em jogo antecipado da 31ª rodada do Campeonato Francês, o líder Paris Saint-Germain recebeu o Angers e venceu por 2 a 1, com gols de Mbappé aos 12 e 24 minutos do primeiro tempo, e desconto de Ekambi aos 30 da segunda etapa. No Parque dos Príncipes, a equipe comandada por Unai Emery abriu as [?]

15:15 | 14/03/2018

Em jogo antecipado da 31ª rodada do Campeonato Francês, o líder Paris Saint-Germain recebeu o Angers e venceu por 2 a 1, com gols de Mbappé aos 12 e 24 minutos do primeiro tempo, e desconto de Ekambi aos 30 da segunda etapa. No Parque dos Príncipes, a equipe comandada por Unai Emery abriu as portas às 13h (de Brasília) e, mesmo sem Thiago Motta, expulso desde os 15 minutos iniciais, aumentou em 20 pontos a distância para o Mônaco, segundo colocado. Apesar de ótima partida de Mbappé, o PSG se mostrou sem vontade de aumentar o placar e quase levou o empate nos minutos finais.

A partida contra o Angers foi adiantada por conta da final da Copa da Liga, no próximo dia 31, quando a equipe de Cavani enfrentará o Mônaco. Neste final de semana, então, o PSG enfrentará o Nice fora de casa pela 30ª rodada, enquanto o Angers continuará na 14ª posição pelo menos até jogar contra o Caen, no sábado.

O jogo. Como era de se esperar, o Paris Saint-Germain iniciou mais ofensivo, com um drible desconcertante de Di María e um lançamento de Verrati para Cavani, que estava impedido e chutou por cima do gol. Chegada do Angers aos 7 minutos, tirada para escanteio pelo brasileiro Thiago Silva, e em seguida chute de Santamaría de fora da área.

Aos nove minutos, primeira grande chance do PSG com Cavani, que tocou de letra para a defesa de Butelle. Aos 12, grande lançamento de Draxler do meio para a direita, no pé de Mbappé, que chutou com classe na saída do goleiro e abriu o placar no Parque dos Príncipes. Logo em seguida, Thiago Motta cometeu falta grave em cima de Thomas e levou cartão vermelho, deixando o time de Emery com um a menos.

Aos 24 minutos, o PSG aumentou o placar em jogada que iniciou com lançamento de Thiago Silva para Kurzawa, que foi até a linha de fundo e tocou para Mbappé fazer seu segundo na partida. Uma tentativa de resposta veio quatro minutos depois, com forte chute de Tait e defesa de Trapp, que precisou se esticar para alcançar a bola e mandar para escanteio. Aos 36, boa cabeçada de Di María, mas Butelle estava bem posicionado e saltou para defender. No final da primeira etapa, cruzamento de Cavani para Mbappé, que mandou para o gol de cabeça, mas muito fraco.

No primeiro tempo, cartão vermelho para o brasileiro Thiago Motta e amarelo para o lateral-direito Bamba, por tapa no rosto de Mbappé. Na volta para a etapa complementar, sem mudanças em nenhuma equipe.

Perto dos 10 minutos, quase um hat-trick do camisa 29, que cabeceou bola de Di María para fora. Para tentar manter mais a posse de bola, Emery tirou Cavani e colocou Rabiot aos 14 minutos. No mesmo momento, Moulin substituiu Kanga e Ketkeophomphone por Ekambi e Touré.

Em seguida, chute forte de Rabiot, tirado por Mbappé, que estava impedido. Na sequência, Verrati marcou, mas pela posição irregular do companheiro, o tento foi anulado. Aos 25, duas defesas incríveis de Butelle, uma após o chute de Draxler e depois uma na bomba de Daniel Alves. Mbappé queria fazer o terceiro e mandou raspando na trave aos 26.

Depois de grandes lances para o PSG, que tinha um menos, o Angers foi para cima e aproveitou uma bobeada da zaga. Assistência de Tait e gol de Ekambi, deixando o placar em 2 a 1. Aos 38, mais uma vez Mbappé quase fez hat-trick, ao explodir a bola no travessão.

Os visitantes foram buscar o empate nos minutos finais. Trapp fez bela defesa com o pé em cabeçada de Ekambi, que faria seu segundo na partida. Na segunda etapa, Daniel Alves levou cartão amarelo por pé alto, aos 12, Di María e Draxler foram substituídos por Lo Celso e Nkunku. Do lado do Angers, Touré levou amarelo aos 35.

 

Gazeta Esportiva

TAGS