PUBLICIDADE
Mais Esportes

COB, CBV e Federação Italiana lamentam morte de Bebeto de Freitas

Nesta terça-feira, Paulo Roberto de Freitas morreu aos 68 anos após passar mal durante a apresentação do time de futebol americano do Atlético-MG. A Confederação Brasileira de vôlei (CBV), a Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e a Federação Italiana de vôlei lamentaram o falecimento do comandante da geração de prata. Além de soltar nota com um […]

18:45 | 13/03/2018

Nesta terça-feira, Paulo Roberto de Freitas morreu aos 68 anos após passar mal durante a apresentação do time de futebol americano do Atlético-MG. A Confederação Brasileira de vôlei (CBV), a Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e a Federação Italiana de vôlei lamentaram o falecimento do comandante da geração de prata.

Além de soltar nota com um pequeno resumo da carreira de Bebeto de Freitas, a CBV divulgou um comunicado, que está na íntegra abaixo, em sua conta de Instagram e no seu site oficial. Por sua vez, o COB publicou nota e, que “manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento de Bebeto de Freitas”.

No seu site, Pietro Bruno Cattaneo, presidente da Federação Italiana de vôlei, escreveu um pequeno perfil sobre o ex-jogador e treinador e prestou suas “mais sinceras condolências” à família de Bebeto. Em seu Twitter, a federação escreveu: “o vôlei mundial lamenta a morte de Bebeto de Freitas”.

 

Confira a nota na íntegra da CBV:

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) lamenta o falecimento de Bebeto de Freitas e expressa todo o seu agradecimento a tudo que este ícone fez pelo voleibol e por todo o esporte.

A perda é enorme, assim como a dor deste momento, mas temos a obrigação de continuar todo o legado deixado por Bebeto de Freitas.

A Superliga masculina e feminina, a Superliga B e o Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia irão respeitar um minuto de silêncio antes de cada partida até o próximo domingo (18.03)”.

Gazeta Esportiva