PUBLICIDADE
Esportes

Chefe da Mercedes vê confiabilidade como problema e aponta favoritos na F1

Toto Wolff, chefe da Mercedes na Fórmula 1 garante que está preocupado com as limitações de uso de potência na atual temporada. Neste ano, os pilotos só poderão utilizar três motores, um a menos em relação a 2017. Entretanto, outras partes da unidade só poderão ter duas peças diferentes instaladas por temporada. O mandatário da [?]

17:45 | 19/03/2018

Toto Wolff, chefe da Mercedes na Fórmula 1 garante que está preocupado com as limitações de uso de potência na atual temporada. Neste ano, os pilotos só poderão utilizar três motores, um a menos em relação a 2017. Entretanto, outras partes da unidade só poderão ter duas peças diferentes instaladas por temporada.

O mandatário da escuderia comentou a situação: ?A redução no número de componentes da unidade de potência significa que a confiabilidade novamente desempenhará um papel importante em 2018?, afirmou.

?Nossa confiabilidade nos testes pareceu boa, mas precisamos ter cuidado de tirar conclusões disso. Apesar de ter uma boa quilometragem com o carro novo em Barcelona, muitos de seus componentes nem se aproximaram da vida útil que precisam completar durante uma temporada?, frisou o chefe da Mercedes.

Sobre os favoritos na briga pelo Mundial de Construtores, Wolff vê a luta entre Mercedes, Red Bull e Ferrari: ?No ano passado, a competição foi muito próxima e não houve nenhum momento em que podemos relaxar. A Ferrari lutou de maneira muito dura e nós tivemos uma grande batalha. Este ano promete trazer uma emocionante luta, desta vez a três. Acho que estará entre nós, a Ferrari e a Red Bull?, finalizou.

A temporada 2018 da Fórmula 1 começa neste domingo, com o Grande Prêmio da Austrália. Nesta quinta-feira, já começam os treinos livres, em Melbourne. O inglês Lewis Hamilton é o atual campeão.

Gazeta Esportiva

TAGS
Chefe da Mercedes vê confiabilidade como problema e aponta favoritos na F1Mais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Chefe da Mercedes vê confiabilidade como problema e aponta favoritos na F1

Toto Wolff, chefe da Mercedes na Fórmula 1 garante que está preocupado com as limitações de uso de potência na atual temporada. Neste ano, os pilotos só poderão utilizar três motores, um a menos em relação a 2017. Entretanto, outras partes da unidade só poderão ter duas peças diferentes instaladas por temporada. O mandatário da [?]

17:45 | 19/03/2018

Toto Wolff, chefe da Mercedes na Fórmula 1 garante que está preocupado com as limitações de uso de potência na atual temporada. Neste ano, os pilotos só poderão utilizar três motores, um a menos em relação a 2017. Entretanto, outras partes da unidade só poderão ter duas peças diferentes instaladas por temporada.

O mandatário da escuderia comentou a situação: ?A redução no número de componentes da unidade de potência significa que a confiabilidade novamente desempenhará um papel importante em 2018?, afirmou.

?Nossa confiabilidade nos testes pareceu boa, mas precisamos ter cuidado de tirar conclusões disso. Apesar de ter uma boa quilometragem com o carro novo em Barcelona, muitos de seus componentes nem se aproximaram da vida útil que precisam completar durante uma temporada?, frisou o chefe da Mercedes.

Sobre os favoritos na briga pelo Mundial de Construtores, Wolff vê a luta entre Mercedes, Red Bull e Ferrari: ?No ano passado, a competição foi muito próxima e não houve nenhum momento em que podemos relaxar. A Ferrari lutou de maneira muito dura e nós tivemos uma grande batalha. Este ano promete trazer uma emocionante luta, desta vez a três. Acho que estará entre nós, a Ferrari e a Red Bull?, finalizou.

A temporada 2018 da Fórmula 1 começa neste domingo, com o Grande Prêmio da Austrália. Nesta quinta-feira, já começam os treinos livres, em Melbourne. O inglês Lewis Hamilton é o atual campeão.

Gazeta Esportiva

TAGS