PUBLICIDADE
Esportes

Brasil tem duas tenistas nas oitavas do Torneio Internacional de tênis feminino

No Torneio Internacional de tênis feminino, que acontece em São Paulo, o Brasil conta com duas representantes classificadas para as oitavas de final. Na quarta-feira (28), Laura Pigossi e Nathaly Kurata passaram pelas adversárias e já retornam às quadras nesta quinta. Pigossi superou a norueguesa Melanie Stokke. Começando mal, ela teve poder de reação e conseguiu [?]

16:30 | 01/03/2018

No Torneio Internacional de tênis feminino, que acontece em São Paulo, o Brasil conta com duas representantes classificadas para as oitavas de final. Na quarta-feira (28), Laura Pigossi e Nathaly Kurata passaram pelas adversárias e já retornam às quadras nesta quinta.

Pigossi superou a norueguesa Melanie Stokke. Começando mal, ela teve poder de reação e conseguiu a virada com as parciais de 1/6, 6/3 e 6/2. Já Kurata ganhou da experiente argentina Victoria Bosio, pelo placar de 7/6 (7-3) e 7/5. Nas oitavas Pigossi encara eslovena Tamara Zidansek, campeã de Curitiba no domingo, e Kurata enfrenta a colombiana e cabeça de chave 1, Mariana Duque.

Pigossi comemorou a virada no jogo. ?Ela começou bem e eu, muito nervosa por estar jogando em casa e contra uma menina que treina comigo lá na Espanha, ou seja, cada uma sabe o que a outra vai fazer. O jogo então fica muito mental. A chave foi aceitar a situação e tentar mudar. Sabia que alguma hora eu ia achar meu jogo. Tentei entrar mais na quadra e ser agressiva, ir para cima. No final, me senti jogando em alto nível. Jogamos uma vez há mais de dois anos, foi duro. Ela é muito intensa, mas sei que existem brechas para explorar. Responsabilidade enfim é toda dela, quero me soltar?, destacou.

Sem a mesma sorte, Thaisa Pedretti tentou fazer frente à suíça e cabeça 3 Conny Perrin, mas caiu por 6/3 e 6/4 em seu primeiro jogo da temporada. Da mesma fora, Teliana Pereira também estreou em 2018 em competições oficiais depois de oito meses parada. A ex-número 1 do país parou para a paraguaia e ex-top 150 Montserrat Gonzalez, por 6/2 e 6/4.

Gazeta Esportiva

TAGS