PUBLICIDADE
Esportes

Diretor da McLaren admite interesse em repatriar Hamilton

Lewis Hamilton pcomeça a ter seu nome especulado em outras equipes para a temporada 2019 da Fórmula 1. Sem renovação com a Mercedes firmada, o piloto inglês desperta o interesse de algumas escuderias e, entre elas, a McLaren, que analisa a possibilidade de repatriar o atual campeão mundial. O interesse no piloto inglês foi divulgado [?]

11:30 | 09/02/2018

Lewis Hamilton pcomeça a ter seu nome especulado em outras equipes para a temporada 2019 da Fórmula 1. Sem renovação com a Mercedes firmada, o piloto inglês desperta o interesse de algumas escuderias e, entre elas, a McLaren, que analisa a possibilidade de repatriar o atual campeão mundial.

O interesse no piloto inglês foi divulgado pelo próprio diretor-executivo da McLaren, Zak Brown, que colocou a equipe como uma das diversas interessadas em contar com o tetracampeão de F1. Hamilton estreou pela categoria na McLaren, em 2007, e no ano seguinte conquistou seu primeiro título.

?Não existe alguma equipe que não queira contar com Lewis Hamilton pilotando para si?, disse Brown durante entrevista para jornais ingleses. ?Ele tem história aqui e é um piloto inacreditável, seria ótimo para todas poder contar com ele?, completou.

O desempenho da McLaren em 2018 é uma das grandes expectativas da categoria e pode ser um atrativo para uma possível disputa por Hamilton. O diretor afirmou que um ano convincente com os novos motores da Renault podem tornar a equipe novamente uma grande potência do automobilismo.

?Nós estamos felizes com nossos pilotos, mas nunca se sabe o que pode acontecer na Fórmula 1. Um piloto como o Hamilton sempre tem que se levar em consideração?, ressaltou. ?Este ano devemos ser a equipe com a maior evolução. Se estivermos um segundo atrás da Red Bull, isso não vai parecer bom?, confirmou Brown.

Fernando Alonso foi parceiro de Hamilton na McLaren em 2007. Porém, deixou a escuderia ao fim da temporada e na época foi muito especulado um possível clima ruim. Zak Brown rechaçou essa ideia e enfatizou que os dois podem trabalhar juntos. ?Fernando teria qualquer um como companheiro de equipe. Eu nunca tive uma conversa com ele que não fosse sobre seu desempenho e acredito que ele faria uma boa parceria com qualquer um?, finalizou Brown.

Gazeta Esportiva

TAGS
Diretor da McLaren admite interesse em repatriar HamiltonMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Diretor da McLaren admite interesse em repatriar Hamilton

Lewis Hamilton pcomeça a ter seu nome especulado em outras equipes para a temporada 2019 da Fórmula 1. Sem renovação com a Mercedes firmada, o piloto inglês desperta o interesse de algumas escuderias e, entre elas, a McLaren, que analisa a possibilidade de repatriar o atual campeão mundial. O interesse no piloto inglês foi divulgado [?]

11:30 | 09/02/2018

Lewis Hamilton pcomeça a ter seu nome especulado em outras equipes para a temporada 2019 da Fórmula 1. Sem renovação com a Mercedes firmada, o piloto inglês desperta o interesse de algumas escuderias e, entre elas, a McLaren, que analisa a possibilidade de repatriar o atual campeão mundial.

O interesse no piloto inglês foi divulgado pelo próprio diretor-executivo da McLaren, Zak Brown, que colocou a equipe como uma das diversas interessadas em contar com o tetracampeão de F1. Hamilton estreou pela categoria na McLaren, em 2007, e no ano seguinte conquistou seu primeiro título.

?Não existe alguma equipe que não queira contar com Lewis Hamilton pilotando para si?, disse Brown durante entrevista para jornais ingleses. ?Ele tem história aqui e é um piloto inacreditável, seria ótimo para todas poder contar com ele?, completou.

O desempenho da McLaren em 2018 é uma das grandes expectativas da categoria e pode ser um atrativo para uma possível disputa por Hamilton. O diretor afirmou que um ano convincente com os novos motores da Renault podem tornar a equipe novamente uma grande potência do automobilismo.

?Nós estamos felizes com nossos pilotos, mas nunca se sabe o que pode acontecer na Fórmula 1. Um piloto como o Hamilton sempre tem que se levar em consideração?, ressaltou. ?Este ano devemos ser a equipe com a maior evolução. Se estivermos um segundo atrás da Red Bull, isso não vai parecer bom?, confirmou Brown.

Fernando Alonso foi parceiro de Hamilton na McLaren em 2007. Porém, deixou a escuderia ao fim da temporada e na época foi muito especulado um possível clima ruim. Zak Brown rechaçou essa ideia e enfatizou que os dois podem trabalhar juntos. ?Fernando teria qualquer um como companheiro de equipe. Eu nunca tive uma conversa com ele que não fosse sobre seu desempenho e acredito que ele faria uma boa parceria com qualquer um?, finalizou Brown.

Gazeta Esportiva

TAGS