PUBLICIDADE
Esportes

?Cidade do Oswaldo?? Após briga, jornalista é proibido de entrar no CT do Galo

Após o empate por 1 a 1, na noite dessa quarta-feira, contra o Atlético-AC, na Arena da Floresta, no Acre, o técnico do Galo, Oswaldo Oliveira, perdeu a cabeça com um jornalista e precisou ser contido para não partir para agressão. Agora um novo capitulo: o radialista Léo Gomide foi proibido de entrar na Cidade [?]

11:30 | 08/02/2018

Após o empate por 1 a 1, na noite dessa quarta-feira, contra o Atlético-AC, na Arena da Floresta, no Acre, o técnico do Galo, Oswaldo Oliveira, perdeu a cabeça com um jornalista e precisou ser contido para não partir para agressão. Agora um novo capitulo: o radialista Léo Gomide foi proibido de entrar na Cidade do Galo.

O Atlético comunicou, através do diretor de futebol Alexandre Gallo, que o jornalista está proibido, ?até segunda ordem?, de entrar na Cidade do Galo. Segundo o dirigente, a decisão foi tomada pelo presidente Sérgio Sette Câmara.

?São duas coisas distintas. Foi um jogo abaixo do que a gente esperava. E a outra situação foi o que aconteceu. Conversando bastante durante a noite toda, resolvemos com o nosso presidente, e vocês têm que entender também um pouco o nosso lado, o que aconteceu. O Oswaldo, um cara que está há 40 anos no futebol, não tem esse costume, nunca aconteceu uma situação dessa, de chegar a esse ponto com ninguém da imprensa, está pronto para responder tudo que perguntar, responder críticas, que são naturais. Agora houve uma reação de um fato importante. O repórter acabou, isso dito por um repórter amigo de vocês aqui de Belo Horizonte da Rádio Super, esse repórter (da Rádio Super) entendeu que o Oswaldo foi xingado, foi tratado de uma maneira desrespeitosa. E isso atinge diretamente ao Atlético, ele é o nosso representante, nosso comandante. Diante disso, nosso presidente em um primeiro momento decidiu que ele vai ficar fora da Cidade do Galo a partir de hoje até segunda ordem para que evite qualquer tipo de problema?, disse Gallo.

O debate entre Oswaldo e o jornalista foi ouvido pelos microfones das rádios. No entanto, a parte do xingamento do radialista ao treinador, relatado por Oswaldo, não foi possível escutar. O que se viu foi o treinador partindo para cima do profissional de imprensa e Léo Gomide afastando para evitar qualquer combate.

Em comunicado na manhã desta quinta-feira, o treinador atleticano, Oswaldo Oliveira, lamentou o ocorrido. ?Venho a público hoje para reconhecer meu erro e me desculpar pelo episódio infeliz? Ouvi o maior desafoto de toda a minha carreira do jornalista Léo Gomide (impronunciável aqui publicamente)? Especialmente, sob estresse de um jogo complicado, reagi imediatamente para me defender?, postou na página do assessor de imprensa Francis Melo.

Gazeta Esportiva

TAGS