PUBLICIDADE
Esportes

Federer se impõe e avança; Djokovic é surpreendido por sul-coreano e é elimiado

A segunda-feira do tênis na Austrália teve uma vitória esperada e dois triunfos surpreendentes. Iniciando o dia de decisões, o atual numero dois do planeta, Roger Federer foi extremamente seguro e garantiu mais uma vitória no primeiro Grand Slam do ano. Diante do húngaro Marton Fucsovics, o suíço novamente mostrou uma exibição segura e fechou a [?]

09:45 | 22/01/2018

A segunda-feira do tênis na Austrália teve uma vitória esperada e dois triunfos surpreendentes. Iniciando o dia de decisões, o atual numero dois do planeta, Roger Federer foi extremamente seguro e garantiu mais uma vitória no primeiro Grand Slam do ano. Diante do húngaro Marton Fucsovics, o suíço novamente mostrou uma exibição segura e fechou a partida com um 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 7/6 (7/3) e 6/2, em pouco mais de 2h de partida.

O início do confronto foi bastante equilibrado. Apesar de não sofrer nenhum perigo enquanto sacava, Federer não conseguia quebrar o saque do rival. A partida seguiu dessa forma até décimo game, quando o suíço forçou um pouco mais a partida e fechou o primeiro set sem precisar encarar o tie-break.

O segundo set foi bastante parecido. Dominante em seus serviços, o atual número dois do planeta não encontrava facilidades para conseguir abrir uma vantagem na parcial, já que o húngaro conseguia confirmar os seus saques, apesar das dificuldades. No tie-break, porém, Federer foi mais seguro e soube o momento certo de forçar o rival para garantir o 2 a 0 no placar.

Na última parcial, Fucsovics não conseguiu demonstrar a mesma segurança em seus serviços e acabou sendo quebrado por Federer em duas oportunidades e viu o experiente tenista confirmar a vitória segurar com um 3 sets a 0 no placar.

Com a vitória, o suíço garante seu lugar nas quartas de final, quando irá enfrentar o tcheco Tomas Berdych, 20º do ranking mundial. No extenso histórico entre os dois tenistas existe uma ampla vantagem de Federer sobre o rival. São 19 vitórias do suíço contra 6 do rival.

Se a vitória do atual segundo colocado no ranking era esperada, o mesmo não pode ser dito dos outros dois confrontos masculinos do dia. Enfrentando o sul-coreano Hyeon Chung número 58 do planeta, Novak Djokovic, atual 14º, acabou surpreendido e foi derrotado por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-4), 7/5 e 7/6 (7-4).

Em um jogo bastante equilibrado, o sérvio acabou voltando a dar mostras de dores no cotovelo e ainda precisou lidar com um adversário jovem demonstrando um nível nunca antes mostrado na carreira. Aos 21 anos, Chung é visto como uma das promessas do tênis mundial, no entanto, nesta segunda o sul-coreano deu mostras de que pode atingir o alto nível antes do esperado.

Seguro e sabendo lidar com a experiência do rival, que é o maior vencedor de Abertos da Austrália na história, o jovem tenista foi dominante na partida e conseguiu o seu primeiro triunfo expressivo na carreira em sua primeira oitavas de final de Grand Slam na carreira. Na próxima fase, Chung terá pela frente o norte-americano Tennys Sandgreen, responsável pela maior surpresa do evento até o momento.

Isso porque o atual 97º colocado do ranking mundial conseguiu derrotar o austríaco Dominic Thiem, número 5 do mundo. Em uma partida de quase quatro horas de duração, o norte americano conseguiu aplicar 3 sets a 2, com parciais  6/2, 4/6, 7/6 (7-4), 6/7 (7-9) e 6/3.

Aos 26 anos, Sandgreen tinha, antes da disputa deste Aberto da Austrália, duas vitórias de nível ATP em oito partidas. Porém o atleta vive um momento mágico em sua carreira e somente nesta semana derrotou dois jogadores top 10 do planeta e está nas quartas de final do evento.

Gazeta Esportiva

TAGS