PUBLICIDADE
Esportes

Federer e Djokovic confirmam favoritismo e avançam no Aberto da Austrália

Dois dos principais favoritos para a conquista do Aberto da Austrália, Roger Federer e Novak Djokovic confirmaram o favoritismo que tinham nas partidas desta quinta-feira e avançaram para a terceira rodada do primeiro Grand Slam da temporada. O suíço enfrentou o jovem e promissor alemão Jan-Lennard Struff e venceu por 3 sets a 0, parciais [?]

10:15 | 18/01/2018

Dois dos principais favoritos para a conquista do Aberto da Austrália, Roger Federer e Novak Djokovic confirmaram o favoritismo que tinham nas partidas desta quinta-feira e avançaram para a terceira rodada do primeiro Grand Slam da temporada. O suíço enfrentou o jovem e promissor alemão Jan-Lennard Struff e venceu por 3 sets a 0, parciais de 6/4,6/4 e 7/6 (4), enquanto que ?Nole? teve um pouco mais de trabalho para vencer de virada Gael Monfils por 3 sets a 1, parciais 4/6,6/3,6/1 e 6/3.

Com os triunfos, os dois maiores campeões em Melbourne continuam a trajetória para ganhar o primeiro Grand Slam do circuito mundial. Federer é o atual campeão e terá pela frente um adversário bastante conhecido pelo suíço: Richard Gasquet. Já Djokovic já levantou seis vezes o troféu do torneio e quer se manter como maior campeão do AO. Para isso, terá que derrotar o espanhol Albert Ramos-Vinolas e passar para a quarta rodada da competição.

Em quadra na última partida deste quarto dia de competição, Federer sabia que enfrentaria um adversário que melhora cada vez mais no circuito. Para conseguir a vitória, o suíço mostrou novamente muita consistência no saque e deu poucas chances do garoto alemão tentar tomar a liderança do confronto já que Struff quebrou apenas uma vez o serviço do maior campeão de Grand Slams da Era Aberta.

Com um forehand bastante agressivo e jogando perto da linha de base, o Struff tentava encurtar os pontos sabendo do grande repertório de Federer. Os dois primeiros sets foram muito parecidos, com o suíço aproveitando uma quebra de vantagem para levar as parciais. Já no terceiro, a vitória só veio após um duro tie-break em que a experiência levou a melhor diante do talentoso mas inexperiente tenista alemão.

Quanto a Djokovic, a partida foi marcada por um forte calor de quase 40° que tomava conta do complexo em Melbourne. Monfils até tentou vencer pela primeira vez o sérvio (eram 14 derrotas na carreira para Nole), mas mesmo vencendo o primeiro set, não foi capaz de segurar o maior campeão do torneio, que mesmo sem ritmo, vem apresentando um bom desempenho.

 

Gazeta Esportiva

TAGS