PUBLICIDADE
Esportes

Astros do Cleveland têm noite apagada e Wolves atropelam em casa

A torcida do Cleveland Cavaliers teve uma noite decepcionante no final da noite da última segunda-feira. Acostumados a ver LeBron James decidindo os jogos, os torcedores tiveram que se contentar com apenas 10 pontos de autoria do craque e uma atuação muito abaixo da média. E não foi só o ala que jogou muito menos [?]

14:00 | 09/01/2018

A torcida do Cleveland Cavaliers teve uma noite decepcionante no final da noite da última segunda-feira. Acostumados a ver LeBron James decidindo os jogos, os torcedores tiveram que se contentar com apenas 10 pontos de autoria do craque e uma atuação muito abaixo da média. E não foi só o ala que jogou muito menos do que o esperado. Em uma noite sem brilho algum por parte do Cleveland, a equipe foi facilmente batida pelo Minnesota Timberwolves, fora de casa, pelo placar de 127 a 99, na pior derrota da equipe de James e cia na temporada.

A falta de inspiração na noite dos visitante foi percebida logo nos primeiros minutos de confronto. Sem precisar de um grande esforço, os Wolves viram o Cleveland ter um péssimo aproveitamento no ataque e pouco efetivos defensivamente. Assim, não demorou muito para que a os donos da casa abrissem uma vantagem considerável de dois dígitos pra cima do rival. Ao término do primeiro quarto, a equipe de Minessota já vencia o confronto por 14 pontos de diferença.

No segundo quarto, o panorama da partida seguiu o mesmo. Sem conseguir contar com os lances de LeBron, que foi muito bem marcado por Jimmy Butler e teve a sua pior marca na temporada, o Cleveland não conseguia dar mostras de uma recuperação e foram para o intervalo com os Wolves 27 pontos à frente no placar, praticamente duplicando a vantagem do primeiro quarto.

No terceiro quarto a situação dos visitantes ficou ainda mais complicada. Isso porque Isaiah Thomas, outra estrela apagada na noite com apenas nove pontos, acabou ejetado do confronto após acertar o rosto de Adrew Wiggins, cestinha da partida com 25 pontos, numa tentativa de marcação. Com a expulsão do atleta, a atuação do Cleveland ficou ainda mais frágil e a vantagem chegou a ficar de 41 pontos. Sem chances reais de uma virada, o técnico Tyronn Lue praticamente desistir do confronto e aproveitar os minutos finais para dar um descanso aos principais atletas.

A opção de encerrar a partida com os reservas não foi exclusividade do Cleveland e também foi a escolha dos donos da casa. Dessa forma a partida ficou um pouco mais equilibrada dentro de quadra, porém o estrago no placar já havia sido feito. No final, o confronto foi encerrado com uma vantagem de 28 em favor ao time da casa.

Gazeta Esportiva

TAGS