Participamos do

Após reclamações, organização irá rever ?Política de Calor?

O forte calor tem roubado a cena do Aberto da Austrália. Desde o início do torneio, vários tenistas, como Novak Djokovic, Gael Monfils e Rafael Nadal, reclamaram das condições climáticas adversas dentro de quadra e dispararam inclusive contra a organização da competição, que manteve as partidas normalmente. No entanto, com todas essas queixas, a direção [?]
10:30 | Jan. 21, 2018
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O forte calor tem roubado a cena do Aberto da Austrália. Desde o início do torneio, vários tenistas, como Novak Djokovic, Gael Monfils e Rafael Nadal, reclamaram das condições climáticas adversas dentro de quadra e dispararam inclusive contra a organização da competição, que manteve as partidas normalmente.

No entanto, com todas essas queixas, a direção do Grand Slam australiano afirmou que pretende rever a ?Política de Calor Extremo?, que é aplicada quando a temperatura passa dos 40º e a umidade atinge certo nível. Na última sexta-feira, a temperatura em Melbourne chegou à casa dos 40,2º C.

?As condições de jogo são estabelecidas antes do evento e isso inclui a Política de Calor Extremo (EHP). Iniciamos a competição com este conjunto de regras e políticas no local e, no interesse de manter uma justiça, não podemos mudá-las no meio?, explicou o diretor do torneio Craig Tiley.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Muitos tenistas sofreram com o calor intenso, especialmente quem jogou nas sessões diurnas. Na sexta-feira, a francesa Alizé Cornet chegou a pedir atendimento médico para medir sua pressão na derrota sofrida para a belga Elise Mertens.

?Proteger nossos jogadores e a justiça do embate é fundamental nessas condições e também um desafio. Trabalhamos em estreita colaboração com a nossa equipe médica para garantir que os jogadores consigam a melhor preparação para as condições. No final de cada Aberto da Austrália sempre revisamos nossas políticas e procedimentos e o EHP não é exceção?, completou Tiley.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente