PUBLICIDADE
Esportes

Adilson abre o jogo, fala de permanência no Galo e quer recuperar titularidade

Uma das especulações do mercado de transferências no fim do ano era a saída de Adilson do Atlético. O volante que terminou a temporada como titular passou a não fazer parte dos planos. A confirmação disso, além de ter seu nome ventilado em vários clubes, servindo como moeda de troca, o meio-campista viajou para a [?]

09:15 | 24/01/2018

Uma das especulações do mercado de transferências no fim do ano era a saída de Adilson do Atlético. O volante que terminou a temporada como titular passou a não fazer parte dos planos. A confirmação disso, além de ter seu nome ventilado em vários clubes, servindo como moeda de troca, o meio-campista viajou para a Flórida Cup com a equipe ?C? do Galo. O volante, no entanto, voltou e foi reintegrado no elenco. Nessa terça-feira, Adilson abriu o jogo, falou sobre sua permanência no Galo, sua conversa com o treinador e uma auto avaliação sobre sua última temporada.

Para ele, outros jogadores da posição devem ser respeitados pelo trabalho que fizeram no fim da temporada.

?A minha situação é de extrema tranquilidade no momento. Fiz uma avaliação do meu ano passado. Pude entender que muita coisa aconteceu durante o ano e muita gente terminou bem o ano, o Blanco, o Yago. Não terminei o ano tão bem como vinha até outubro. Foi um processo natural dos meninos, e acabei ficando um pouco para trás. Claro que não posso jogar fora toda a dedicação que tive e que a gente já esperava. Tudo que eu mais queria era permanecer no Atlético, fazer os trabalhos no início do ano, para seguir com mais tranquilidade. Estou melhor do que eu cheguei no ano passado. Estou tendo a chance de brigar pelo meu espaço no time com os trabalhos fortes na pré-temporada?, destacou.

Sobre ter seu nome especulado em outros clubes, Adilson disse que concentrou suas atenções no Atlético. Segundo o jogador, ele trabalhou até durante as férias para voltar bem e se recuperar dentro do clube.

?Eu me blindei. Foquei totalmente na minha permanência no Atlético. Não me abri a outras possibilidades. Acredito que estou nos planos, foi o que conversei. Se não estou nos planos, outras pessoas que devem se manifestar. Meus treinos nas férias foram pensados na permanência no Atlético. Os profissionais que trabalham aqui têm todo o conhecimento do meu corpo, o que preciso para jogar. Se eu mudasse de clube, teria que mudar tudo, levaria tempo para me adaptar. Foi um ano positivo para mim. Do fim do Campeonato Brasileiro até aqui só pensei em ficar?, salientou.

Adilson disse ainda que procurou o técnico Oswaldo Oliveira para conversar sobre sua situação. No papo, o atleta falou que pediu para permanecer no Galo.

?Conversei com o Oswaldo, procurei ele antes de viajar, para bater um papo com ele. Não fui cobrar. Ele não tem que dar explicações. Fui de peito aberto perguntar. Ele foi bastante sincero comigo. Muita gente terminou o ano bem, melhor do que eu. Foi mérito deles. Você acaba indo para trás na fila e tem que recuperar seu espaço. Ele deixou isso bem claro. Ele não poderia ignorar o que os outros meninos fizeram. Encarei com tranquilidade, entendi perfeitamente. Falei para ele que gostaria de permanecer e brigar pelo meu espaço. Minha esperança é, quando for solicitado, estar bem e ajudar no ano?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS