PUBLICIDADE
Esportes

Presidente assume responsabilidade pela queda do Coritiba

Dois dias após o final do Brasileiro, que confirmou a ida do Coritiba para a série B, o presidente do clube, Rogério Bacellar, deu entrevista coletiva no Couto Pereira. O cartola assumiu responsabilidade na queda do Coxa. ?Assumo total responsabilidade pela queda. Mas tentamos, não deu certo, infelizmente. Agora, é o Coritiba renascer de novo [?]

13:00 | 05/12/2017

Dois dias após o final do Brasileiro, que confirmou a ida do Coritiba para a série B, o presidente do clube, Rogério Bacellar, deu entrevista coletiva no Couto Pereira. O cartola assumiu responsabilidade na queda do Coxa. ?Assumo total responsabilidade pela queda. Mas tentamos, não deu certo, infelizmente. Agora, é o Coritiba renascer de novo para voltar à primeira divisão em 2019.?, afirmou Rogério.

Ao lado do primeiro vice-presidente, José Fernando de Macedo, e do segundo vice-presidente, Alceni Guerra, o cartola comentou sobre seus técnicos e algumas discordâncias. ?Presidente não escala o time, não faz a invenção que alguns treinadores fizeram, não bate pênalti e não defende a bola. Você acredita nos atletas e no treinador, mas só acreditar não adianta. Tive várias conversas com Marcelo (Oliveira), assim como tive com Carpegiani e Pachequinho. Existe muita teimosia do treinador. Temos atletas que poderiam ser trabalhados melhor, mas que, infelizmente, não foram.?, cutucou o presidente.

Rogério termina seu mandato agora no final do ano, e não apoia oficialmente nenhuma chapa. O novo presidente será escolhido no sábado. ?Primeiro, o que tenho a dizer é que ganhe o melhor. Segundo, que a eleição acabe no dia 9, que não tenha situação e oposição. Que tenha um pensamento único e integrado pelo Coritiba. O que o Coritiba sofreu durante toda essa gestão foi ter situação e oposição. E, às vezes, alguns até da situação criticando sem conhecer o nosso trabalho?, completou.

 

Gazeta Esportiva

TAGS