PUBLICIDADE
Esportes

Campinas não toma conhecimento de Maringá e vence por 3 a 0

Nesta quinta-feira, a equipe de Campinas/Vôlei Renata conseguiu se recuperar da derrota sofrida para o vice-líder Sesc, na última rodada da Superliga Masculina. Jogando em casa, o time do interior paulista venceu Maringá por 3 sets a 0 (28 a 27/25 a 20/25 a 16) e conquistou a quinta vitória na competição nacional. A derrota [?]

20:00 | 14/12/2017

Nesta quinta-feira, a equipe de Campinas/Vôlei Renata conseguiu se recuperar da derrota sofrida para o vice-líder Sesc, na última rodada da Superliga Masculina. Jogando em casa, o time do interior paulista venceu Maringá por 3 sets a 0 (28 a 27/25 a 20/25 a 16) e conquistou a quinta vitória na competição nacional. A derrota manteve o time do Paraná na lanterna, sem nenhum triunfo em 11 partidas.

Na próxima rodada, Campinas recebe Ponta Grossa, enquanto Maringá enfrenta a equipe do Sesi, detentora de uma das melhores campanhas da fase classificatória. Ambos os duelos acontecem no dia 21 de dezembro.

O JOGO

O primeiro set foi equilibrado em sua totalidade, mas com muitos erros de saque para os dois times. A maior vantagem que Campinas conseguiu abrir foi de cinco pontos, deixando o duelo em 15 a 10. Porém, a recuperação de maringá aconteceu com três pontos seguidos. Desde então, o duelo voltou a ficar intenso, com pouca diferença e a partir do empate em 23 a 23 os dois elencos começaram a alternar pontos. Depois de um toque na rede de Maringá, o time do interior paulista abriu 28 a 27 e depois de mais um ponto fechou a primeira parcial.

Depois de um bom início de segundo set, assim como conseguiu no primeiro, Campinas voltou a sofrer com a pressão do adversário, mas mostrou tranquilidade para retomar a boa defesa e virar as bolas. Melhorando o aproveitamento nos saques, o time do interior paulista abriu 2 a 0 vencendo por 25 a 20.

O terceiro e definitivo set foi levado sem grandes dificuldade pela equipe de Campinas. Nos primeiros pontos os donos da casa já conseguiram conter o ataque de Maringá e abrir uma diferença considerável. Algo que deixou de acontecer com tanta frequência na segunda parcial, os erros de saque voltaram a ser efetuados pelos dois times, principalmente na reta final. Com a vantagem adquirida ao longo do set, Campinas fechou o jogo por 25 a 16 e confirmou o favoritismo.

 

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS