PUBLICIDADE
Esportes

Apesar de problemas de segurança, FIA confirma GP do Brasil em 2018

Nesta quarta-feira, a FIA divulgou o calendário de 2018 da Fórmula 1. Havia uma grande dúvida sobre a permanência do GP do Brasil após os problemas de segurança que marcaram a edição de 2017, mas após bastante discussão, o Conselho Mundial de Automobilismo confirmou a presença do circuito na próxima temporada. Interlagos receberá a penúltima etapa do ano [?]

13:45 | 07/12/2017

Nesta quarta-feira, a FIA divulgou o calendário de 2018 da Fórmula 1. Havia uma grande dúvida sobre a permanência do GP do Brasil após os problemas de segurança que marcaram a edição de 2017, mas após bastante discussão, o Conselho Mundial de Automobilismo confirmou a presença do circuito na próxima temporada. Interlagos receberá a penúltima etapa do ano no dia 11 de novembro.

Integrantes da Mercedes, Sauber e Pirelli sofreram tentativas de assalto durante o fim de semana em São Paulo. Para evitar que isso se repita, foi recomendado pelo Conselho da FIA que o promotor do GP e o responsável pela segurança do evento mantenham um especialista próprio no assunto para avaliar e aperfeiçoar os planos de segurança para o evento.

Como uma das medidas, foi sugerido a instalação de um posto policial dentro de Interlagos durante os dias de realização do GP para que haja melhor comunicação entre o promotor, a polícia e as partes interessadas da Fórmula 1. A FIA ainda se ofereceu para auxiliar as autoridades locais e monitorar de perto a situação.

?O Conselho Mundial recebeu um relatório com as informações sobre os problemas de segurança que ocorreram no GP do Brasil deste ano, algo que foi exigido aos detentores dos direitos comerciais (Liberty Media) pela FIA. Após receber o relatório, os donos dos direitos comerciais, que são responsáveis pela segurança do evento, contrataram um especialista em segurança para avaliar, aconselhar e implementar um ponto de checagem da polícia no circuito para melhorar a comunicação entre o promotor, a polícia e os acionistas da F1?, explicou o Conselho.

O calendário começa no dia 25 de março, com o GP da Austrália, e termina em 25 de novembro com o GP de Abu Dhabi. São 21 etapas ao todo, com o retorno dos GPs da França, em Paul Ricard, e da Alemanha, em Hockenheim. A prova francesa volta à integrar a categoria após 12 anos, enquanto a Alemanha figura no calendário a cada dois anos. A prova que deixa a F1 é o GP da Malásia, após os promotores da corrida optarem por não renovar o contrato.

Confira o calendário da categoria para 2018:

Março 25 ? Melbourne, Austrália

Abril 8 ? Sakhir, Bahrein

Abril 15 ? Xangai, China

Abril 29 ? Baku, Azerbaijão

Maio 13 ? Barcelona, Espanha

Maio 27 ? Monte Carlo, Mônaco

Junho 10 ? Montreal, Canadá

Junho 24 ? Le Castellet, França

Julho 1 ? Spielberg , Áustria

Julho 8 ? Silverstone, Inglaterra

Julho 22 ? Hockenheim, Alemanha

Julho 29 ? Budapeste, Hungria

Agosto 26 ? Spa-Francorchamps, Bélgica

Setembro 2 ? Monza, Itália

Setembro 16 ? Marina Bay, Cingapura

Setembro 30 ? Sochi, Rússia

Outubro 7 ? Suzuka, Japão

Outubro 21 ? Austin, EUA

Outubro 28 ? Cidade Mexico, Mexico

Novembro 11 ? São Paulo, Brasil

Novembro 25 ? Yas Marina, Abu Dhabi

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS