PUBLICIDADE
Esportes

Stroll elogia companheiro de equipe e comenta sobre dificuldades na F1

Com apenas 19 anos, Lance Stroll ainda busca se adaptar completamente à Fórmula 1. Para isso, o jovem canadense conta, por enquanto, com um mentor bastante gabaritado: Felipe Massa. O experiente piloto brasileiro teve um papel importante na chegada de seu novo companheiro de equipe, passando algumas instruções a ele, que fez questão de elogiar [?]

15:15 | 09/11/2017

Com apenas 19 anos, Lance Stroll ainda busca se adaptar completamente à Fórmula 1. Para isso, o jovem canadense conta, por enquanto, com um mentor bastante gabaritado: Felipe Massa. O experiente piloto brasileiro teve um papel importante na chegada de seu novo companheiro de equipe, passando algumas instruções a ele, que fez questão de elogiar um dos grandes protagonistas do GP Brasil.

?Ele [Felipe Massa] foi um bom companheiro de equipe para se ter junto consigo. Ele trouxe muito conhecimento para a equipe, sabe bastante sobre o carro e como melhorá-lo com o passar dos fins de semana. Todos gostaram de contar com ele na Williams, ele teve uma carreira inacreditável. Muitas vitórias, muitas vezes no pódio. Esteve a um ponto de ganhar um campeonato mundial, então definitivamente é uma carreira de respeito?, afirmou Lance Stroll.

Filho de um bilionário canadense, Lance Stroll foi campeão da Fórmula 3 europeia e piloto de testes da Williams antes de chegar definitivamente ao grid da Fórmula 1. Tido como promissor, o jovem, no entanto, ainda não se adaptou completamente ao carro e à dinâmica da principal categoria do automobilismo mundial.

?A Fórmula 1 é diferente em vários aspectos de qualquer outra categoria. Há muito mais atividade acontecendo fora da pista, e o carro por si só é muito diferente de se dirigir. Você precisa guiar o carro, trabalhar com os engenheiros, com a equipe. Os fins de semana são mais carregados do que em qualquer outra categoria. Você precisa prestar atenção em muitos detalhes. Além disso, há mais entrevistas, compromissos que você tem que participar?, afirmou Stroll.

Depois de não concluir as três primeiras corridas do ano, Lance Stroll vem lutando para mostrar que é capaz de competir com os pilotos mais rápidos do planeta. Embora ele ainda precise evoluir nos treinos classificatórios, em que na maioria das vezes foi eliminado logo no Q1, largando nas últimas filas, as expectativas do ?professor? Felipe Massa em relação ao futuro do canadense são positivas.

?Do início dele na Fórmula 1 até agora, ele teve um bom desenvolvimento. Na Fórmula 1 tudo é muito diferente de qualquer outra coisa. Você precisa aprender, entender o carro, os pneus, quando você precisa fazer a volta perfeita. Acho que do modo como ele começou para o modo como ele é agora, ele está aprendendo e melhorando. Definitivamente ele entende muito mais rápido como precisa dirigir na corrida, porque ele fez muitas boas corridas. Ele teve um bom professor também?, concluiu Massa, brincando com seu companheiro de Williams.

Gazeta Esportiva

TAGS