PUBLICIDADE
Esportes

Com Santos querendo, cláusula permite preferência ao Galo

O contrato de Robinho com o Atlético está próximo do fim. Entre as partes, embora ainda não tenha um contato oficial, existe o desejo da permanência. O camisa 7 gostou de Belo Horizonte, já a diretoria preto e branca, na avaliação geral dos dois anos de contrato entende que o saldo é positivo. Fatores que [?]

09:15 | 27/11/2017

O contrato de Robinho com o Atlético está próximo do fim. Entre as partes, embora ainda não tenha um contato oficial, existe o desejo da permanência. O camisa 7 gostou de Belo Horizonte, já a diretoria preto e branca, na avaliação geral dos dois anos de contrato entende que o saldo é positivo. Fatores que podem ajudar o Galo na permanência do atleta. No contrato do jogador tem uma cláusula que permite ao clube mineiro ter a preferência.

No vínculo assinado em 2016, ficou acertado que o Galo teria a preferência em caso de renovação para mais um ano, após o término do contrato. O trecho do documento, no entanto, afirma que é necessário seguir com, pelo menos, os mesmo valores atuais.

No entanto, o Atlético não deve usar esta parte do contrato. Isso porque Robinho recebe um valor considerado alto para os padrões brasileiros, sobretudo diante da nova realidade exposta ? que terá menos gastos. O camisa 7 recebe cerca de R$ 800 mil mensais.

Isso, porém, não deve ser problema para as partes. Em uma recente entrevista, Robinho disse ter vontade de ficar em Belo Horizonte. O jogador e sua família se adaptaram bem a capital mineira, algo que fez o jogador admitir até uma redução salarial para ficar.

Gazeta Esportiva

TAGS