PUBLICIDADE
Esportes

COI pune dois russos por doping e um terá que devolver medalha de ouro

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou, nesta quarta-feira, a punição de dois atletas russos após eles serem flagrados no doping. A operação faz parte da ?Comissão Oswald?, que investiga casos de uso de substâncias proibidas em atletas que participaram das Olimpíadas de Inverno de Sochi, em 2014. A sanção foi dada para dois competidores: Evgeniy [?]

16:30 | 01/11/2017

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou, nesta quarta-feira, a punição de dois atletas russos após eles serem flagrados no doping. A operação faz parte da ?Comissão Oswald?, que investiga casos de uso de substâncias proibidas em atletas que participaram das Olimpíadas de Inverno de Sochi, em 2014. A sanção foi dada para dois competidores: Evgeniy Belov e Alexander Legkov. Este último terá que devolver à entidade uma medalha de ouro e outra de prata conquistadas na Rússia.

Legkov havia conquistado o ouro na prova de esqui cross country masculino 50km e a a prata na de esqui cross country masculino 4 x 10km. Nesta última, não será somente ele que terá que devolver a medalha, mas também seus outros três companheiros, já que a disputa foi realizada em equipes. Ele também foi desqualificado no esquiatlo 15 + 15 km, em que ficou na 10ª colocação.

Já Belov foi desclassificado de duas provas, perdendo seus resultados no esquiatlo 15 + 15 km, em que ficou na 18ª posição, e no esqui clássico masculino 15km, que fechou no 25º lugar. Ambos os atletas estão proibidos de disputar as próximas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno e Verão.

A Comissão Disciplinar que avalia os casos de doping é formada por Denis Oswald (presidente), Juan Antonio Samaranch e Patrick Baumann. Em longo processo, foram avaliados diversas informações de um relatório e, após conversa com atletas e exames realizados com especialistas, foram tiradas algumas conclusões, como a exclusão dos dois competidores russos.

O COI promete encerrar todo o processo no fim deste mês de novembro, visando viabilizar as respostas de quais atletas estarão elegíveis para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, em Pyeongchang, na Coréia do Sul.

Gazeta Esportiva

TAGS