PUBLICIDADE
Mais Esportes

Michael Jordan detona era dos super-times: “28 equipes serão um lixo”

A NBA está se tornando cada vez mais a liga dos super times, como é o caso do Golden State Warriors de Stephen Curry e Kevin Durant. Apesar de muitos gostarem de ver vários astros jogando juntos, a lenda Michael Jordan não é favorável ao momento que o basquete dos Estados Unidos vive. “Eu acho […]

11:00 | 13/10/2017

A NBA está se tornando cada vez mais a liga dos super times, como é o caso do Golden State Warriors de Stephen Curry e Kevin Durant. Apesar de muitos gostarem de ver vários astros jogando juntos, a lenda Michael Jordan não é favorável ao momento que o basquete dos Estados Unidos vive.

“Eu acho que isso vai ferir o a liga em um ponto de vista competitivo”, disse o proprietário do Charlotte Hornets em entrevista à revista Cigar Aficionado. “Você vai ter uma ou duas equipes que vão ser ótimas e os outros 28 times serão um lixo. Ou eles terão momentos difíceis para sobreviver ao ambiente do negócio”.

Provavelmente Michael Jordan está se referindo aos Warriors, que venceram dois títulos nos últimos três anos. Além do time da Califórnia, Claveland Cavaliers, Oklahoma City THunder, Houston Rockets e Boston Celtics reunem os melhores jogadores da NBA.

O membro do Hall da Fama do basquete também fez parte de uma dinastia na NBA e de um super time, com o Chicago Bulls de 1995/96, quando eles venceram 72 jogos na temporada regular, marca que foi o recorde da liga até o ano passado.

Gazeta Esportiva