PUBLICIDADE
Esportes

Maycon lamenta ausência de Gabriel, mas confia no elenco corintiano

O volante Maycon vem sendo titular do Corinthians durante toda a campanha no Campeonato Brasileiro, jogando ao lado de Gabriel no meio-campo. Agora, nos próximos dois jogos, a situação mudará um pouco. Por conta de gesto obsceno direcionado à torcida do São Paulo no clássico disputado em 24 de setembro, o camisa 5 está suspenso [?]

09:15 | 06/10/2017

O volante Maycon vem sendo titular do Corinthians durante toda a campanha no Campeonato Brasileiro, jogando ao lado de Gabriel no meio-campo. Agora, nos próximos dois jogos, a situação mudará um pouco.

Por conta de gesto obsceno direcionado à torcida do São Paulo no clássico disputado em 24 de setembro, o camisa 5 está suspenso e não pega Coritiba e Bahia. Com isso, o técnico Fábio Carille deve optar por Camacho ao lado do jovem revelado na base corintiana.

Para Maycon, seu companheiro fará falta, mas o elenco tem peças para suprir a ausência. ?É uma perda grande, é um cara que está entrosado, encaixado comigo e com a defesa inteira. Mas o Camacho também entra bem, assim como o Fellipe Bastos e as outras opções do elenco. Vamos fazer o melhor nestes dois jogos que eles estão fora?, declarou.

Outra possibilidade testada por Carille no treino desta quinta-feira foi a entrada de Clayson na vaga do próprio camisa 8. Assim, Camacho ficou como primeiro volante, com Rodriguinho e Jadson também centralizados. Nas pontas, além de Clayson, entrou Marquinhos Gabriel.

?É uma coisa, uma tentativa que o Fábio pode estar testando. Acho válido para ver se acha uma forma de surpreender o adversário também?, destacou Maycon. Geralmente, quando precisar buscar um resultado adverso, o treinador corintiano utiliza o esquema com apenas um volante mais preso.

Por fim, o volante, que ainda não levou cartões mesmo tendo jogado 26 partidas no Brasileiro, também comemorou a possibilidade de o Corinthians ter dias livres para treinos, já que a equipe só volta a campo na quarta-feira, contra o Coritiba, pelo Brasileirão, em Itaquera. Para ele, é uma forma de Carille testar possibilidades novas para o time.

?É uma chance que o Fábio tem para ver alguns atletas, testar opções. Com esse tempo ele pode fazer algumas alterações, ver como alguns jogadores funcionam jogando lado a lado. Sabemos que o elenco vai ser primordial nesta reta final?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS