PUBLICIDADE
Esportes

Ginasta brasileira fica em último no individual geral do Mundial

Esta sexta-feira não era o dia de Thais Fidelis, única representante do Brasil na decisão do individual geral feminino, pelo Mundial de ginástica artística, em Montreal. A brasileira não teve um bom desempenho e somou 48.675 pontos, ficando na última colocação da disputa, que foi vencida pela americana Hurd Morgan. Na trave, aparelho que é [?]

23:15 | 06/10/2017

Esta sexta-feira não era o dia de Thais Fidelis, única representante do Brasil na decisão do individual geral feminino, pelo Mundial de ginástica artística, em Montreal. A brasileira não teve um bom desempenho e somou 48.675 pontos, ficando na última colocação da disputa, que foi vencida pela americana Hurd Morgan.

Na trave, aparelho que é o ponto forte de Thais, a ginasta demonstrou nervosismo e acumulou duas quedas, somando 10.600 pontos e iniciando a decisão final na 22ª posição. No solo, a brasileira conseguiu melhorar a performance, mas não foi o suficiente para tentar brigar pelo pódio.

Com 13.533 pontos no salto, Thais conseguiu subir mais algumas colocações, tentando melhorar sua posição no ranking. A atleta voltou a cometer erros na última parte da decisão, nas barras assimétricas, e caiu para a 24ª posição, em último lugar.

Apesar do resultado, a brasileira tem 16 anos e esta é apenas sua primeira participação em Mundiais. Thais Fidelis ainda tem mais uma final para disputar: no domingo, às 14h00 (horário de Brasília), ela volta para a disputa da final por aparelhos, na trave e no solo.

Neste sábado, é a vez de Arthur Zanetti representar o Brasil. Também ás 14h00 (horário de Brasília), o campeão olímpico busca conquistar medalha na final por aparelhos, nas provas de solo, cavalo com alças e sua especialidade, as argolas.

Gazeta Esportiva

TAGS