PUBLICIDADE
Esportes

Dirigente defende a utilização de chips para combater o doping

Mike Miller, diretor executivo da Associação Olímpica Mundial (WOA), propôs a implantação de microchips nos corpos dos atletas para o que doping no esporte seja combatido. De acordo com o The Guardian, a proposta foi feita durante um debate sobre integridade e responsabilidade no esporte nesta quarta-feira O executivo defendeu que faltam métodos contundentes para [?]

16:15 | 11/10/2017

Mike Miller, diretor executivo da Associação Olímpica Mundial (WOA), propôs a implantação de microchips nos corpos dos atletas para o que doping no esporte seja combatido. De acordo com o The Guardian, a proposta foi feita durante um debate sobre integridade e responsabilidade no esporte nesta quarta-feira

O executivo defendeu que faltam métodos contundentes para preservar o jogo limpo e, por isso, ele considera que a utilização de chips é uma boa medida porque seria possível reconhecer os efeitos de substâncias ilegais nos corpos.

?Estamos dispostos a colocar chips em nossos cachorros e parece que isso não os afeta. Por que não estamos preparados para colocar chips em nós mesmos??, questionou Miller antes de defender que a tecnologia deve ser utilizada. ?Para acabar com o doping, precisamos colocar chips em nossos atletas se a tecnologia permitir?.

Ao responder às críticas que sua ideia recebeu por causa da possibilidade de se haver uma invasão da privacidade dos atletas, Mike Miller respondeu que o esporte é ?como um clube? e as pessoas não são obrigadas a fazer parte deste clube se não podem respeitar suas regras.

Uma das preocupações do executivo é que existe a possibilidade de os atletas esconderem o doping se utilizando das tecnologias atuais. Com o chip, seria possível conferir se há substâncias ilegais no corpo do competidor ?em todos os momentos? e que, se houver mudanças no organismo do atleta, elas serão detectadas imediatamente. Além disso, Miller deixou claro que não estava falando em nome da Associação Olímpica Mundial e que isso não é uma proposta formal.

Gazeta Esportiva

TAGS