PUBLICIDADE
Esportes

Chefe da RBR mira Carlos Sainz para o caso de saída de Ricciardo

A Red Bull Racing tem um alvo bem definido para mirar em caso da saída de Daniel Ricciardo. Com o australiano prestes a entrar em seu último ano de contrato, o chefe da equipe, Christian Horner, apontou que Carlos Sainz é tido como a primeira opção caso seu atual piloto decida sair. Apesar de ter [?]

17:15 | 31/10/2017

A Red Bull Racing tem um alvo bem definido para mirar em caso da saída de Daniel Ricciardo. Com o australiano prestes a entrar em seu último ano de contrato, o chefe da equipe, Christian Horner, apontou que Carlos Sainz é tido como a primeira opção caso seu atual piloto decida sair.

Apesar de ter definido o seu ?plano B?, que defende atualmente a Renault, Horner destacou que a prioridade da RBR é uma só: manter Ricciardo. O diretor disse entender a demora na renovação do corredor, mas se mostrou tranquilo e confiante com o futuro da escuderia.

Leia mais: Carros e equipamentos do GP de Interlagos da F1 chegam ao Brasil

?Ele sabe que nossa intenção é muito clara, e já discutimos isso: queremos ele na equipe. Se isso tiver de esperar por mais seis meses, que seja. Acho que ele irá querer ver como será a performance do motor no próximo ano, o que é compreensível?, apontou Horner, em entrevista à agência Reuters.

?É por isso que mantemos Carlos Sainz em empréstimo, para termos opções ao nosso redor?, completou.

Antes do Grande Prêmio dos Estados Unidos deste ano, Sainz teve anunciada a troca de equipe foi para a Renault, vindo da Toro Rosso. O espanhol ainda tem o nome vinculado à RBR, que pode chamá-lo de volta a qualquer momento.

Com atual vínculo de Ricciardo se esgotando ao final de 2018, a Red Bull espera estendê-lo até 2020. Desta maneira, contaria com seus dois pilotos pelo mesmo período de tempo, já que o jovem holandês Max Verstappen tem mais duas temporadas de contrato.

Gazeta Esportiva

TAGS