PUBLICIDADE
Esportes

Caio Souza foca em 2020 e afirma que Mundial foi ?muito forte?

Dono da 15ª colocação no Mundial de ginástica de Montreal, o brasileiro Caio Souza acredita que a disputa foi acirrada e forte. Fazendo bons pontos nos primeiros aparelhos e caindo duas vezes, o atleta não garantiu pódio, mas já pensa na próxima Olimpíada. ?Só de estar nessa competição já deu para ver o que está [?]

15:30 | 06/10/2017

Dono da 15ª colocação no Mundial de ginástica de Montreal, o brasileiro Caio Souza acredita que a disputa foi acirrada e forte. Fazendo bons pontos nos primeiros aparelhos e caindo duas vezes, o atleta não garantiu pódio, mas já pensa na próxima Olimpíada. ?Só de estar nessa competição já deu para ver o que está por vir até 2020?, afirmou Caio.

?Essa foi minha primeira final e eu competi entre grandes atletas. Infelizmente tive duas quedas. Eu estava treinando para mais do que eu apresentei?, lamentou. Em seu segundo Mundial, Caio começou fazendo bons pontos: 14,166 nas argolas, 14,500 no salto e 14,266 nas paralelas. Na barra fixa, entretanto, o atleta caiu e marcou 12,333. As notas seguintes não atingiram as marcas necessárias para colocar o brasileiro nas primeiras colocações. Ele somou 13,900 no solo e 11,566 no cavalo com alças, quando voltou a cair.

Para Souza, as quedas foram importantes para o resultado. ?Tive uma sequência de aparelhos que seriam os meus melhores, mas cai na barra, que é onde eu conseguiria uma nota boa?, analisa. ?Tive que voltar ao foco para o solo e depois aconteceu mais uma queda no cavalo?.

Caio ainda destacou que poderia ter obtido um desempenho melhor do que o conquistado. ?Minha apresentação não foi tão boa quanto eu gostaria?, finalizou. Nesta sexta-feira, Thais Fidélis volta a representar o Brasil na final individual.

Gazeta Esportiva

TAGS