PUBLICIDADE
Esportes

A 33 pontos do líder, Dovizioso reconhece título ?muito difícil?

O Grande Prêmio de Phillip Island, na Austrália, complicou a situação de Andrea Dovizioso na luta pelo título da MotoGP. O líder da categoria, Marc Márquez venceu a sexta prova do ano, enquanto o italiano errou a freada ainda na segunda volta, despencou para a 20ª posição e terminou a corrida em 13º. Assim, o [?]

15:45 | 24/10/2017

O Grande Prêmio de Phillip Island, na Austrália, complicou a situação de Andrea Dovizioso na luta pelo título da MotoGP. O líder da categoria, Marc Márquez venceu a sexta prova do ano, enquanto o italiano errou a freada ainda na segunda volta, despencou para a 20ª posição e terminou a corrida em 13º. Assim, o espanhol abriu 33 pontos de vantagem na briga pelo campeonato e, faltando apenas dois GPs para o fim da temporada, o próprio Dovizioso reconheceu que o título ficou distante, mas não desistiu por completo de encerrar o jejum de 10 anos da Ducati.

?Quero pensar que tenho opções. Não posso dizer uma porcentagem, mas, seguramente, é baixa, porque tenho que recuperar muitos pontos em relação a Márquez, que faz pódio ou faz zero. Sendo realista, está muito difícil, mas difícil não é impossível?, disse.

O piloto da Ducati ainda comentou sobre o estilo de pilotagem de Márquez e o momento de confiança e força do espanhol: ?Marc é muito valente e não tem temores de fazer esse tipo de briga. No momento, ele se sente muito forte, é a força do campeão. Quando você se sente assim, pode assumir todos esses riscos, pode arriscar no limite, como todos arriscaram. Não creio em sorte nesses casos. No final, tudo sai bem se você se preparou bem, e, em Phillip Island, Márquez tinha feito isso?.

O penúltimo GP será em Sepang, na Malásia, e acontece neste fim de semana. Em 2016, Dovizioso foi o grande vencedor e caso repita o feito, adia a decisão do campeonato para a última corrida, que será realizado em Valência, na Espanha.

Gazeta Esportiva

TAGS