PUBLICIDADE
Esportes

Silvana Lima e Filipe Toledo são os campeões da etapa de Trestles de surfe

A sexta-feira foi de ótimos resultados para os brasileiros na etapa de Trestles, na Califórnia. O Brasil marcou presença nas duas finais e, pela primeira vez na história, levou dois títulos na mesma competição para casa. Entre as mulheres, Silvana Lima enfrentou a australiana Keely Andrew na final e, após sete anos sem vencer uma etapa [?]

17:30 | 15/09/2017

A sexta-feira foi de ótimos resultados para os brasileiros na etapa de Trestles, na Califórnia. O Brasil marcou presença nas duas finais e, pela primeira vez na história, levou dois títulos na mesma competição para casa. Entre as mulheres, Silvana Lima enfrentou a australiana Keely Andrew na final e, após sete anos sem vencer uma etapa na elite do surfe mundial, ela conquistou o título com uma nota total de 17,60. É a primeira atleta do país a vencer na primeira divisão do surf em Trestles. No masculino, Filipe Toledo encarou o líder do ranking mundial, o sul-africano Jordy Smith, e saiu vencedor com um total de 15,67.

Depois de superar a atleta da casa Lakey Peterson na semifinal, a única representante do Brasil na elite mundial fez sua primeira final na temporada e foi superior o tempo todo. Com um mar calmo e poucas ondas, Silvana começou a bateria com uma nota 8,93, ficando difícil para a adversária. Na sequência, a brasileira conseguiu 8,67 e encaminhou a conquista do título. Com a torcida de Filipinho, Silvana terminou a final com 17,60 contra 10,93 da Andrews e conquistou um título inédito em sua carreira.

?Que felicidade! Eu amo surfar aqui e vim aqui me divertir. Eu senti tanta confiança! O Brasil está em festa. Obrigada todo mundo que torceu. Só tenho a agradecer a todos que acreditaram em mim e a hora chegou: sou campeã!?, comemorou Silvana após a vitória.

No masculino, Filipinho foi para as águas três vezes nesta sexta-feira. Superou Kanoa Igarashi nas quartas de final e John John Florence na semi. Na grande final, contra Jordy Smith, o brasileiro começou melhor, viu o adversário reagir, mas manteve a vantagem para subir ao lugar mais alto do pódio. Mais uma vez com mar calmo, Filipinho conseguiu no início um total de 9,90 contra 0, já que Smith não pegou nenhuma onda nos dez primeiros minutos. Com metade da final completa, Filipinho fez uma manobra inédita, um float com um pé só. Porém, Smith arrancou uma nota 9 e voltou a ficar vivo na disputa. Precisando de 6,67, o sul-africano não conseguiu a nota necessária e Filipinho se sagrou o grande campeão da etapa. Com o resultado, o brasileiro ganha duas posições, ultrapassa Gabriel Medina e termina na sétima colocação do ranking, atrás de Adriano de Souza, o Mineirinho.

?É um momento muito especial. Sempre parava na semifinal. Agora vencer Jordy, que me venceu ano passado, é uma emoção incrível. É muito bom ser o único a vencer duas etapas neste ano. Isso é Brasil! Eu e Silvana?, celebrou Filipinho ao lado de sua filha, de sua esposa e também da campeã Silvana.

Gazeta Esportiva

TAGS