PUBLICIDADE
Esportes

Marc Márquez vence em casa e abre vantagem na liderança da MotoGP

O final de semana do Grande Prêmio de Aragón, na Espanha, não poderia ter sido melhor para um piloto local. Neste domingo, Marc Márquez largou na quinta colocação, e, com uma aula de pilotagem, terminou em primeiro, vencendo a prova e aumentando vantagem na liderança do campeonato. O piloto da Honda mostrou que é um [?]

10:15 | 24/09/2017

O final de semana do Grande Prêmio de Aragón, na Espanha, não poderia ter sido melhor para um piloto local. Neste domingo, Marc Márquez largou na quinta colocação, e, com uma aula de pilotagem, terminou em primeiro, vencendo a prova e aumentando vantagem na liderança do campeonato.

O piloto da Honda mostrou que é um dos mais arrojados da MotoGP e não deu chances para seus adversários. O espanhol teve boa largada, e subiu para a terceira posição, depois do pole position Maverick Viñales não ter boa performance na largada. Com mais de 10 voltas para o fim da prova, Márquez ultrapassou Lorenzo, líder, e Rossi, segundo colocado, mas perdeu o controle de sua moto e teve de ceder as posições.

Mais rápido que Lorenzo, Rossi e Andrea Dovizioso, Márquez acelerou e, com os melhores tempos do circuito, passou fácil pelos adversários. Na briga pela liderança, Lorenzo até vendeu caro o primeiro lugar, mas não conseguiu segurar as investidas de Márquez, que sagrou-se vencedor.

Com o resultado, o espanhol da Honda abriu vantagem na liderança da classificação da MotoGP. Quando iniciou a prova espanhola, Márquez estava empatado na liderança com Dovi, ambos com 199. Agora, Márquez tem 224 pontos, contra 208 do rival italiano.

Principal concorrente ao título, Andrea Dovizioso, da Ducati, não teve grande desempenho em solo espanhol e amargou a sexta colocação. O piloto chegou a segurar a terceira posição durante bom tempo, mas não manteve sua moto entre os integrantes do pódio, caindo para o sétimo lugar.

Um dos principais destaques da prova deste domingo foi o experiente e multicampeão Valentino Rossi. O Doutor, como é conhecido, voltou a correr após 24 dias fora das competições por conta de cirurgia na perna direita. Mesmo com dores, Rossi foi valente e manteve a segunda colocação em Aragón durante boa parte do circuito. No entanto, como já era de se esperar, Rossi perdeu ritmo e desceu para quinta colocação.

Quem também teve grande performance foi Dani Pedrosa. O espanhol da Honda ocupou a quinta colocação, mas teve forças para realizar grandes ultrapassagens e beliscar o segundo lugar. Festa de espanhóis e da Honda em Aragón. Lorenzo, que liderou mais de 50% da prova, completou o pódio.

Gazeta Esportiva

TAGS