PUBLICIDADE
Esportes

Igor Rabello minimiza desfalques do Grêmio, rival na Libertadores

O Botafogo segue com os treinos visando, principalmente, as quartas de final da Libertadores. Os alvinegros terão pela frente o Grêmio, que não terá alguns jogadores importantes, como o zagueiro Pedro Geromel, lesionado, e o atacante Pedro Rocha, negociado com o Spartak-RUS. Mesmo assim, o zagueiro Igor Rabello minimizou as ausências e destacou a força [?]

18:30 | 01/09/2017

O Botafogo segue com os treinos visando, principalmente, as quartas de final da Libertadores. Os alvinegros terão pela frente o Grêmio, que não terá alguns jogadores importantes, como o zagueiro Pedro Geromel, lesionado, e o atacante Pedro Rocha, negociado com o Spartak-RUS. Mesmo assim, o zagueiro Igor Rabello minimizou as ausências e destacou a força do elenco gaúcho.

?São grandes perdas para eles, ótimos jogadores, mas eles têm elenco de qualidade. O Pedro Rocha sai, mas tem o Everton, que entra e faz gol?, disse.

Só que o Botafogo também pode não contar com o zagueiro Joel Carli, que se recupera de lesão. Igor Rabello espera que o argentino possa estar em campo, mas lembrou que o técnico Jair Ventura tem boas opções no elenco.

?O Joel Carli é jogador experiente, capitão, importante pra equipe. Sei que a lesão não foi tão grave e tomara que consiga se recuperar. Só que temos jogadores excelentes como Marcelo, Emerson Silva que podem entrar e dar conta do recado?, declarou.

Antes do duelo contra o Grêmio, o Botafogo terá o clássico contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. Igor Rabello ressaltou a importância de seguir na briga pelo G-6, mesmo tendo a Libertadores como objetivo principal da temporada.

?Todo mundo já está esperando esse jogo contra o Grêmio. Dá ansiedade, é claro. Só que antes tem jogo importante contra o Flamengo. Vamos focar nesse clássico e, quando acabar, vamos focar na Libertadores, nosso principal objetivo do ano. O objetivo, claro, é chegar na final da Libertadores. É o maior, mas Brasileiro também. Objetivo é brigar dentro do G-6?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS