PUBLICIDADE
Esportes

Ferrari tenta colocar pilotos de sua Academia na Sauber em 2018

A Ferrari já admitiu que gostaria de transformar a Sauber em uma espécie de equipe satélite na temporada de 2018, e mais um passo em direção a essa medida foi tomado nesta semana. De acordo com o site especializado Autosport.com, a escuderia italiana teria a intenção de colocar dois pilotos no time suíço no próximo [?]

10:15 | 16/09/2017

A Ferrari já admitiu que gostaria de transformar a Sauber em uma espécie de equipe satélite na temporada de 2018, e mais um passo em direção a essa medida foi tomado nesta semana. De acordo com o site especializado Autosport.com, a escuderia italiana teria a intenção de colocar dois pilotos no time suíço no próximo ano.

Durante a semana, o presidente e o chefe de equipe da Ferrari, Sergio Marchionne e Maurizio Arrivabene, respectivamente, foram à sede da Sauber em Hinwil, na Suíça, para discutir os planos para a próxima temporada.

A intenção da Ferrari é colocar o italiano Antonio Giovinazzi (vice da F2 em 2015) e o monegasco Charles Leclerc (campeão da GP3 em 2016) em uma equipe de Fórmula 1 na próxima temporada. Ambos são da Academia de Pilotos da escuderia italiana, sendo que o primeiro é o atual terceiro corredor do time em 2017.

?Precisamos de espaço, porque temos alguns jovens pilotos que são excepcionais. Precisamos encontrar um lugar para lançar as bases da escuderia Ferrari do amanhã?, declarou Marchionne, presidente da equipe.

Na atual temporada da Fórmula 1, Giovinazzi disputou as duas primeiras corridas do ano pela Sauber, para substituir Pascal Wehrlein, que estava se recuperando de um acidente. O italiano terminou na 12ª colocação na Austrália e não completou o GP da China.

Além de Wehrlein, a Sauber também conta com o sueco Marcus Ericsson. Apesar de algumas equipes já terem definido a dupla de pilotos para a próxima temporada, o time suíço ainda não confirmou quem estará no cockpit da escuderia em 2018.

Gazeta Esportiva

TAGS