PUBLICIDADE
Esportes

Em jogo de seis pontos, América bate o Vila e reassume a liderança

A série B colocou frente a frente, na noite desta terça-feira, no Independência, América e Vila Nova-GO, times que disputam ponto a ponto, no topo da tabela, o sonho do acesso a primeira divisão do futebol nacional. E o Coelho se saiu melhor: bateu o adversário goiano, por 1 a 0, e, de quebra, assumiu [?]

21:15 | 19/09/2017

A série B colocou frente a frente, na noite desta terça-feira, no Independência, América e Vila Nova-GO, times que disputam ponto a ponto, no topo da tabela, o sonho do acesso a primeira divisão do futebol nacional. E o Coelho se saiu melhor: bateu o adversário goiano, por 1 a 0, e, de quebra, assumiu novamente a liderança.

O América chegou aos 48 pontos e deixou o Internacional com a segunda colocação, com 45 tentos. O resultado, no entanto, não pode ser completamente comemorado, pois o clube gaúcho joga na sexta-feira e pode voltar a liderar o torneio.

Se a liderança não está garantida, outra coisa que estava em jogo pode ser muito ressaltada pela comissão técnica a seus jogadores: o Vila com 42 pontos está na cola do time verde mineiro. Diante disso, o grupo de Enderson Moreira afasta um concorrente direto ganhando distância de seis pontos para o terceiro colocado e oito para o quarto, algo que era colocado como objetivo pelo treinador antes da partida.

O América foi cirurgico no jogo desta noite. Dominou o primeiro tempo completamente e usou a seu favor a forma que o grupo adversário jogava, conseguiu chegar a seu gol e depois conseguiu administrar bem a situação.

O Coelho agora se prepara para novo confronto direito na Série B. O América vai até o Rio Grande do Sul enfrentar o Internacional, na quarta-feira (27), às 19h30 (de Brasília). Já o Vila recebe o CRB na próxima terça, no Serra Dourada, às 20h30.

Primeiro tempo

Como era esperado, o América teria de assumir o comando da partida. O Vila entrou no gramado do Independência com uma postura bastante fechada, atuando com linhas defensivas bem postadas e aproximadas. A tentativa era clara: uma bola.

Com isso, o América tinha dificuldades para penetrar na defesa adversária. Para se ter ideia da situação, as linhas defensivas do Vila Nova no momento que era atacado com mais proximidade da área, virava, em alguns momentos, uma linha com seis homens.

Para furar o bloqueio tinha duas alternativas principais: a primeira era girar a bola, buscar os espaços, tentar algo por infiltração. Quando isso não funcionava, a valvula de escape era cruzamento na área. O jogo se encaixava: o Coelho forçava muito e o Vila se defendia com bastante capacidade.

Se o jogo era fechado, uma das tentativas era apostar em individualidade. E funcionou. Aos 21 minutos, Norberto carregou a bola e no adiantar da primeira linha defensiva fez o passe para Renan Oliveira. Ele abriu o jogo na direita, com Matheusinho. O jovem pedalou duas vezes desmontando a marcação e fazendo o passe para Norberto, que passou sem marcação. Ele cruzou na medida para Renan colocar para o fundo das redes.

Após o tento, o América seguiu superior, mas não criou chances reais de gol. Tinha a posse de bola, mas com pouca efetividade. Quando o primeiro tempo se aproximava do fim, o Vila passou a buscar mais o ataque e, por duas vezes, levou perigo e quase empatou o jogo.

Segundo tempo

A volta do intervalo reservou uma troca de papéis entre América e Vila. O time de Goiás passou a fazer o jogo que o Coelho fazia. Adiantou suas linhas, parte disso por uma mudança de estratégia dos mineiros, e passou a ter seu último homem no meio campo, dando mais profundidade ao time.

O Coelho esperava ? assim como fazia o Vila na etapa inicial. E corria para o contra-ataque.

Mas a partida não teve tanta emoção. O duelo era tático desde o primeiro tempo, mas perdeu em fôlego na etapa complementar e, em alguns momentos, se tornou chato.

A melhor chance americana no segundo tempo aconteceu apenas aos 35 minutos: Luan recebeu a bola na área, aproveitou a falha da marcação e chutou. A bola tirou tinta da trave.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 X 0 VILA NOVA

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data: 19 de setembro de 2017, terça-feira

Horário: 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)

Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)

Público: 4.413

Renda: R$ 25.931,00

Gols: Renan Oliveira, aos 21 minutos do primeiro tempo (América)

Cartões: Rafael Lima (América); Gastón (Vila)

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto (Ceará), Lima, Rafael Lima e Pará; Zé Ricardo (David), Juninho e Renan Oliveira; Matheusinho, Luan e Hugo Almeida (Edno)

Técnico: Enderson Moreira

VILA NOVA: Luis Carlos; Maguinho, Wesley Matos, Alemão e Gastón Filgueira; PH (Matheus Muller), Geovane, Mateus Anderson (Tiago Adan), Marcelinho (Léo Rodrigues), Alan Mineiro e Jenilson.

Técnico: Hemerson Maria.

Gazeta Esportiva

TAGS