PUBLICIDADE
Esportes

CBJ inclui disputa por equipes mistas de olho em Tóquio 2020

Nesta terça-feira, a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou a introdução de uma nova competição no calendário nacional da modalidade: a disputa por equipes mistas. Isso porque, a partir dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, a disputa por equipes mistas, que inclui homens e mulheres, valerá medalha. Pensando nisso, a competição estará presente no Grand [?]

14:15 | 12/09/2017

Nesta terça-feira, a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou a introdução de uma nova competição no calendário nacional da modalidade: a disputa por equipes mistas.

Isso porque, a partir dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, a disputa por equipes mistas, que inclui homens e mulheres, valerá medalha. Pensando nisso, a competição estará presente no Grand Prix Nacional Misto sub 21 já neste ano.

Recentemente, o Brasil conquistou a prata por equipes mistas no Campeonato Mundial realizado em Budapeste, na Hungria. Diante disso, o gestor nacional de eventos da CBJ, Matheus Theotônio, destacou as vantagens da inclusão da prova no calendário brasileiro.

?A criação do Grand Prix Misto Sub 21 tem como objetivo preparar os atletas brasileiros desde as categorias de base para esse novo modelo de prova que o COI (Comitê Olímpico Internacional) e a FIJ (Federação Internacional de Judô) aprovaram para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020?, declarou o dirigente.

Gazeta Esportiva

TAGS