PUBLICIDADE
Esportes

Camilo vence primeira corrida em Londrina; Zonta leva a segunda

Vice-líder da Stock Car, Thiago Camilo largou na pole position no Grande Prêmio de Londrina, neste domingo, e, com tranquilidade, sagrou-se vencedor. Atual líder da competição, Daniel Serra ficou com a segunda posição. O experiente Rubens Barrichello completou o pódio da primeira prova. Com o resultado, Camilo chegou à 23ª vitória na Stock Car e [?]

15:30 | 10/09/2017

Vice-líder da Stock Car, Thiago Camilo largou na pole position no Grande Prêmio de Londrina, neste domingo, e, com tranquilidade, sagrou-se vencedor. Atual líder da competição, Daniel Serra ficou com a segunda posição. O experiente Rubens Barrichello completou o pódio da primeira prova.

Com o resultado, Camilo chegou à 23ª vitória na Stock Car e sua terceira em Londrina. O piloto da Ipiranga Racing diminuiu a vantagem do líder Daniel Serra e agora soma 222 pontos, contra 235 de Serra.

Camilo largou na primeira posição e conseguiu segurar as investidas dos rivais para manter a ponta e ditar seu ritmo na liderança. Logo atrás, Daniel Serra chegou a perder o segundo lugar para Felipe Fraga, mas logo retomou sua posição de origem.

Com boas performances de Serra e Camilo, a expectativa para a segunda corrida era grande, mas logo na largada o inesperado aconteceu. Após o apagar das luzes, Camilo foi tocado por trás e acabou batendo em Serra, resultando na saída dos dois pilotos da prova.

â??Fui tocado, mas na verdade o problema é o sistema de largada que é muito devagar. Teve efeito sanfonaâ?, lamentou Thiago Camilo. â??A nossa largada é bonita para o público, mas é muito perigosa, tem muita aceleração e freioâ?, avaliou Daniel Serra.

Quando a segunda prova foi reiniciada, após a saída do safety car, Pizzonia manteve a liderança, com Átila Abreu colado na segunda posição. Após a abertura dos boxes, Casagrande ultrapassou Abreu, que não conseguiu manter o mesmo ritmo de antes da parada.

A 10 minutos do fim, Felipe Fraga, quarto na classificação geral, foi tocado e perdeu a tração da roda traseira direita, abandonando a prova. O experiente Ricardo Zonta aproveitou que tinha mais botão de ultrapassagem que os principais adversários e assumiu a liderança. Na última volta, Pizzonia sofreu com o desgaste de seu jogo de pneus e perdeu a terceira posição para Rubens Barrichello. Com tranquilidade, Zonta manteve a ponta, com Marcos Gomes em segundo e Rubinho completando o pódio.

Gazeta Esportiva

TAGS