PUBLICIDADE
Esportes

Brasil terá representantes em Mundial BMX e Pan de XTerra

O final de semana será movimentado para três atletas brasileiras de ciclismo. Priscila Stevaux disputará a quinta e sexta etapa da Copa do Mundo de BMX em Santiado del Estero, na Argentina. Já Sabrina Gobbo e Laura Mira competirão no Campeonato Pan-americano de XTerra. Priscilla Stevaux pretende superar seus melhores resultados na temporada. Na Bélgica, [?]

19:45 | 15/09/2017

O final de semana será movimentado para três atletas brasileiras de ciclismo. Priscila Stevaux disputará a quinta e sexta etapa da Copa do Mundo de BMX em Santiado del Estero, na Argentina. Já Sabrina Gobbo e Laura Mira competirão no Campeonato Pan-americano de XTerra.

Priscilla Stevaux pretende superar seus melhores resultados na temporada. Na Bélgica, ela terminou a prova na décima colocação. ?Cheguei à Argentina mais de dez dias antes da competição, em busca de fazer bons treinamentos e conseguir um grande resultado, para garantir uma boa posição no ranking internacional de 2017?, conta a sorocabana.

?A pista é bastante técnica. Competi aqui no Pan-Americano e estava vencendo após o primeiro dia, mas perdi na decisão na linha de chegada, por milésimos de segundos. Eu me identifico muito com Santiago del Estero e me sinto bem nos saltos, com o formato de super cross. Vou em busca do melhor resultado possível para representar o Brasil. Em todos os Pan que disputei aqui, cheguei ao pódio. O povo argentino é bastante receptivo e fiz muitas amizades nos últimos anos neste local?, completou.

Já Sabrina Gobbo e Laura Mira chegam no Pan-Americano buscando garantir o top 5 no ranking feminino. A primeira está em sexta colocada, com 235 pontos, e tenta tirar desvantagem de 11 pontos para a canadense Annie Bergen. Já a segunda, ocupa a quarta colocação e tem boas chances de manter sua posição.

?Fiz esta prova no ano passado. Terá muita gente forte e o que faz a diferença é a altitude. Cheguei antes, para me aclimatar melhor. Neste ano tive dor de cabeça apenas um dia e estou mais confiante e menos cansada. Acho que irei bem sim. A parte da bike da prova sobe bastante, mas são subidas diferentes. Corremos dentro da estação de ski, o que é um diferencial. Estou na sexta colocação do ranking e tenho chances de melhorar, quem sabe subir uma ou duas posições?, comentou Sabrina.

Gazeta Esportiva

TAGS