PUBLICIDADE
Esportes

Bottas é o mais rápido e Mercedes controla segundo treino livre

Na segunda sessão de treino livre para o GP da Itália de Fórmula 1, que acontece em Monza, na manhã desta sexta-feira, novamente predominância da Mercedes: desta vez, quem liderou a dobradinha foi Valtteri Bottas, com 1min21s406 ? tempo mais rápido do dia. Seu companheiro, Lewis Hamilton, veio logo atrás (0s056), seguido por Sebastian Vettel [?]

11:30 | 01/09/2017

Na segunda sessão de treino livre para o GP da Itália de Fórmula 1, que acontece em Monza, na manhã desta sexta-feira, novamente predominância da Mercedes: desta vez, quem liderou a dobradinha foi Valtteri Bottas, com 1min21s406 â?? tempo mais rápido do dia. Seu companheiro, Lewis Hamilton, veio logo atrás (0s056), seguido por Sebastian Vettel (0s140).

Diferentemente da primeira parte, em que Hamilton comandou com folga, a quase meio segundo na frente de seu parceiro, a segunda sessão teve maior equilíbrio â?? apesar de a Mercedes comprovar, mais uma vez, a hegemonia quando se trata de uma pista que beneficia o motor. Bottas aproveitou um vácuo no último setor de sua volta mais rápida e conseguiu o tempo com pneus supermacios.

Sebastian Vettel, líder do Campeonato Mundial, melhorou o desempenho nesta parte do treino. O alemão encaixou uma boa volta, foi o mais veloz no setor três e ficou em terceiro, a apenas 0s140 da volta de Valtteri Bottas. Kimi Raikkonen ficou logo atrás.

Punidos pela F1 nesta sexta, em comunicado oficial, Max Verstappen e Daniel Ricciardo também figuraram entre os dez melhores. Verstappen, que terá 15 posições de punição, ficou em quinto, enquanto Ricciardo, com 20 posições perdidas no grid, foi o sexto.

A surpresa ficou por conta da McLaren. Os dois carros da equipe superaram as expectativas, e o brasileiro da Williams, e ficaram com sétima e oitava posições. Stoffel Vandoorne e Fernando Alonso, respectivamente. Esteban Ocon, da Force India, foi o nono. O espanhol, no entanto, tem punição de 35 posições para o GP de domingo.

Mesmo mantendo a décima colocação, o brasileiro Felipe Massa melhorou seu tempo e mostrou o bom ritmo que vem desde o GP da Bélgica: ele fez 1min22s968 e ficou a 1s579 do líder das atividades. Já Carlos Sainz, da Toro Rosso, não teve sorte no dia de seu aniversário. Ele se viu obrigado a abandonar a sessão com problemas no carro. O Safety Car Virtual foi acionado somente uma vez, quando Kevin Magnussen, com a suspensão quebrada, parou sua Haas no meio da pista.

O terceiro treino livre do GP da Itália tem início marcado para às 6h (de Brasília) deste sábado. Após isso, às 9h, ocorrerá o treino classificatório.

Gazeta Esportiva

TAGS