PUBLICIDADE
Esportes

Tite não vê Neymar mais próximo de ser melhor do mundo no PSG

A quinta-feira foi marcada por mais uma convocação do técnico Tite, e a transferência milionária de Neymar para o Paris Saint-Germain não passou batido na coletiva de imprensa. A perseguição do camisa 10 ao prêmio de melhor do mundo foi apontada como a principal razão de sua saída do Barcelona, entretanto, o treinador da Seleção [?]

12:25 | 10/08/2017

A quinta-feira foi marcada por mais uma convocação do técnico Tite, e a transferência milionária de Neymar para o Paris Saint-Germain não passou batido na coletiva de imprensa. A perseguição do camisa 10 ao prêmio de melhor do mundo foi apontada como a principal razão de sua saída do Barcelona, entretanto, o treinador da Seleção Brasileira não crê que ele terá mais chances de alcançar o feito defendendo o time da capital francesa.

?Dos três atletas que sempre brigam pelo prêmio, Cristiano, Messi e Neymar, Crisitano e Messi são de gerações diferentes. Inevitavelmente o Neymar vai chegar lá, em quanto tempo eu não sei, mas isso vai estar muito mais ligado à performance dele do que com quem vai estar do lado dele?, disse Tite, negando que o protagonismo de Lionel Messi no Barcelona atrapalhava Neymar.

?Protagonismo é para quem entende o futebol como um fato isolado e marketing. Não precisa disso. O conjunto forte vai ressaltar o protagonismo do jogador. Se o conjunto estiver forte, vai aparecer um ou outro atleta em um grande momento, sendo protagonista?, completou.

Inevitavelmente a ida de Neymar para o Paris Saint-Germain gera consequências para a Seleção Brasileira. Uma delas é o fato de que atletas que vem sendo convocados frequentemente jogarem juntos poderá colaborar, e muito, com a maneira de jogar do time canarinho. Com Marquinhos, Thiago Silva, Daniel Alves e Neymar atuando lado a lado, o entrosamento criado em Paris poderá ser um diferencial na Rússia.

Atual campeã mundial, a seleção alemã tinha como base a equipe do Bayern de Munique. Neuer, Boateng, Kroos, Lahm, Schweinsteiger e Muller representaram os bávaros na equipe nacional, e o final todos já conhecem. Questionado sobre o tema, Tite admitiu que atletas brasileiros atuando juntos irá colaborar na preparação para a próxima Copa do Mundo.

?Facilita na medida que você repete um padrão, começa a jogar sem pensar, sabe as características individuais do atleta. O quanto eu não sei, mas que pode contribuir, pode?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS