PUBLICIDADE
Esportes

Thomas minimiza lesão e diz que pode voltar a ser o mesmo jogador

A troca de Kyrie Irving e de Isaiah Thomas, entre Cleveland Cavaliers e Boston Celtics, ainda segue dando o que falar na NBA. Mesmo após o negócio ser fechado, os Cavs cogitaram desfazer o acordo por conta da gravidade da lesão no quadril de Thomas. Desta vez, quem se pronunciou foi o próprio armador, que [?]

17:15 | 30/08/2017

A troca de Kyrie Irving e de Isaiah Thomas, entre Cleveland Cavaliers e Boston Celtics, ainda segue dando o que falar na NBA. Mesmo após o negócio ser fechado, os Cavs cogitaram desfazer o acordo por conta da gravidade da lesão no quadril de Thomas. Desta vez, quem se pronunciou foi o próprio armador, que cravou que pode voltar a jogar em alto nível.

?Eu não estou ?danificado?. Eu voltarei e serei o mesmo jogador que eu era. Nunca houve indicação de que eu não voltaria e nem de que isso estragaria a minha carreira. Talvez eu não volte tão cedo nesta temporada, como todos esperam, mas eu vou voltar e ser o mesmo jogador novamente?, disse Thomas à ESPN norte-americana.

Na última temporada, defendendo o Boston Celtics, Isaiah chegou a perder jogos importantes da final da Conferência Leste contra o próprio Cleveland por conta da lesão no quadril. O armador falou que a situação ficou pior pois tentou seguir jogando, mas declarou que os médicos se mostraram otimistas de que o problema pode ser resolvido.

?Não teve um médico que me disse que a lesão vai estragar minha carreira. A cirurgia não era a melhor opção neste caso. Eu agravei a lesão em março, quando Karl-Anthony Towns, do Minnesota (Timberwolves) caiu sobre mim. Segui jogando e ficou pior, até não conseguir mais jogar na última temporada?, continuou.

Apesar de dar certeza de que a lesão não será um problema no decorrer de sua carreira, Thomas disse que a decisão está nas mãos dos Cavs. ?Não sei o que a organização está fazendo, isso não está no meu controle. Só quero falar sobre o que eu posso controlar, e eu sei que isso (quadril) não será um problema no futuro?, finalizou.

Antes de se transferir aos Cavaliers, Isaiah defendeu outros três times na NBA: Sacramento Kings, Phoenix Suns e Boston Celtics. Na última temporada, o armador teve média de 28.9 pontos, 5.9 assistências e 2.7 rebotes por partida defendendo os Celtics.

Gazeta Esportiva

TAGS