PUBLICIDADE
Esportes

Goleiro Douglas, do Avaí, visita pacientes com câncer em Florianópolis

  O goleiro Douglas Friedrich, do Avaí, que sofreu com um câncer no testículo na adolescência, visitou nesta quarta-feira o Centro de Pesquisas Oncológicas em Florianópolis, capital catarinense, para conversar com os pacientes que também foram diagnosticados com a doença. Na visita, que durou cerca de duas horas, o atleta passeou pelas alas de quimioterapia, [?]

18:50 | 09/08/2017

 

O goleiro Douglas Friedrich, do Avaí, que sofreu com um câncer no testículo na adolescência, visitou nesta quarta-feira o Centro de Pesquisas Oncológicas em Florianópolis, capital catarinense, para conversar com os pacientes que também foram diagnosticados com a doença.

Na visita, que durou cerca de duas horas, o atleta passeou pelas alas de quimioterapia, adolescentes, jovens adultos e o ambulatório, além de presentear o centro com uma camisa autografada, para que esta seja leiloada e seus fundos revertidos em ações para os pacientes do instituto.

O jogador, que mandou mensagem para Ederson, do Flamengo, também diagnosticado com a doença, contou sobre sua experiência, inclusive sobre o tratamento quimioterápico que foi submetido na infância, para incentivar as pessoas presentes no CEPON.

?Venci a doença com muita energia e o apoio familiar. Não desisti de lutar e estou aqui hoje trazendo esta mensagem de otimismo e boa recuperação a todos. Não desistam, sigam lutando com toda a força?, afirmou.

Ao final da visita, Douglas deixou sua mensagem para o site oficial do Avaí, onde não deixou de reforçar para que os pacientes permaneçam fortes na luta contra o câncer, doença que o atleta superou com a ajuda da ?fé e da perseverança?.

?Um dia muito feliz para mim. Que estes pacientes tenham sua fé, sua esperança renovada. A carreira e a vida formam uma construção. Com certeza, hoje foi mais um tijolinho na construção de um homem melhor, de um pai melhor. O que eu passei e vi hoje vai enriquecer o meu ser. Isso é o que o futebol proporciona, poder passar um pouco daquilo que você vive e recebe?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS