PUBLICIDADE
Esportes

Figueirense vence Guarani em casa, mas ainda segue no Z4 da Série B

O Figueirense conquistou uma importante vitória na noite deste sábado. Recebendo o Guarani no estádio Orlando Scarpelli, a equipe catarinense bateu os rivais por 2 a 1, em partida válida pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o triunfo, o Furacão segue na zona de rebaixamento, mas ao menos subiu uma posição [?]

21:15 | 26/08/2017

O Figueirense conquistou uma importante vitória na noite deste sábado. Recebendo o Guarani no estádio Orlando Scarpelli, a equipe catarinense bateu os rivais por 2 a 1, em partida válida pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o triunfo, o Furacão segue na zona de rebaixamento, mas ao menos subiu uma posição e agora ocupa o 17º lugar na tabela, com 24 pontos.

Vendo o sonho do acesso ficar cada vez mais distante, o Guarani, por sua vez, entrou em campo para tentar voltar a Campinas com os três pontos na bagagem e se restabelecer na briga por uma vaga no grupo dos quatro primeiros colocados da competição. O resultado deste sábado, no entanto, fez o Bugre estagnar na oitava colocação e chegar a cinco derrotas nos últimos seis jogos, desempenho pouco satisfatório para uma equipe que já chegou a brigar pela liderança.

O jogo ? O Figueirense teve sua primeira oportunidade de gol aos nove minutos do primeiro tempo. Gilton recuou para o goleiro Vagner, que acionou Lenon, porém, tocou muito fraco na bola, permitindo que Henan pudesse interceptar o passe dentro da área. Entretanto, os visitantes tiveram sorte e contaram com o escorregão do atacante, o que evitou o primeiro gol do Furacão.

Depois do primeiro susto, o Guarani seguiu sofrendo na defesa através das bolas aéreas. Foi em cobranças de escanteio que o Figueirense seguiu se aproximando de abrir o placar. Aos 14 minutos Zé Love aproveitou desvio de Marquinhos para finalizar, porém, acabou mandando na rede do lado de fora. Já aos 16 foi a vez de Pereira cabecear firme e ver a bola quase entrar no gol depois de desviar na defesa.

As redes só foram balançar aos 32 minutos. Se na primeira grande chance do Figueirense Henan escorregou, desta vez ele foi preciso e acabou deixando o dele. Aproveitando a finalização de Dudu, ele dominou a bola antes de ela chegar ao gol e tirou do goleiro Vágner para abrir o placar no Orlando Scarpelli.

Ciente da importância dessa vitória para sair da zona de rebaixamento, o Figueirense voltou para a etapa complementar com uma postura muito mais cautelosa. Ao contrário do que vinham fazendo, os donos da casa preferiram não atacar com tanta frequência e esperar o Guarani ir em busca do gol para explorar os espaços no contra-ataque.

Apesar de acreditar na estratégia, o Figueirense acabou vendo seu plano ir por água abaixo aos 22 minutos, quando Bruno Mendes, que entrou no lugar de Rentería, empatar o jogo. Em uma mostra de oportunismo, o atacante bugrino apareceu para desviar de cabeça o chute de Lenon e mandou para o fundo das redes.

Sem se abalar, o Figueirense voltou a ter as rédeas do jogo e cinco minutos depois conseguiu se colocar à frente no marcador novamente. Marco Antônio mandou a bola na área, Marquinhos ganhou da zaga e desviou a bola, o suficiente para vencer Vágner e garantir o triunfo do time catarinense.

FICHA TÉCNICA 

FIGUEIRENSE 2 x 1 GUARANI

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianopolis, (SC)

Data: 26 de agosto de 2017, sábado

Horário: 19 horas (Brasília)

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)

Assistentes: Luciano Benevides de Sousa (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF)

Cartões amarelos: Pereira (Figueirense)

GOLS: Henan, aos 32 minutos do 1ºT, e Marquinhos, aos 27 minutos do 2ºT (Figueirense); Bruno Mendes, aos 22 minutos do 2ºT (Guarani)

FIGUEIRENSE: Saulo; Dudu, Marquinhos, Leandro Almeida e Lazaroni; Pereira, Patrick e Marco Antônio (João Paulo); Jorge Henrique (Xuxa), Zé Love (Abuda) e Henan

Técnico: Milton Cruz

GUARANI: Vagner; Lenon, Ewerton Páscoa, Willian Rocha e Gilton; Evandro, Betinho, Juninho (Felipe Pará) e Bruno Nazário; Claudinho (Rafael Silva) e Rentería (Bruno Mendes)

Técnico: Vadão

 

Gazeta Esportiva

TAGS