PUBLICIDADE
Esportes

Com sonho de evolução e G6, Galo mira 1º lugar do segundo turno

O que passou não volta mais. A ideia dentro do Atlético, porém, é reescrever a história de agora em diante. Após a vitória sobre a Ponte Preta, nesse domingo, no Moisés Lucarelli, por 2 a 1, de virada, o técnico Diogo Giacomini disse que o time mira a liderança do returno do Campeonato Brasileiro. ?Equipe [?]

10:15 | 28/08/2017

O que passou não volta mais. A ideia dentro do Atlético, porém, é reescrever a história de agora em diante. Após a vitória sobre a Ponte Preta, nesse domingo, no Moisés Lucarelli, por 2 a 1, de virada, o técnico Diogo Giacomini disse que o time mira a liderança do returno do Campeonato Brasileiro.

?Equipe está crescendo, evoluindo, criando alternativas. E, com isso, a gente espera fazer segundo tempo de Campeonato Brasileiro forte. O nosso objetivo é terminar em primeiro lugar no segundo turno?, destacou o treinador atleticano.

O objetivo começa a ser conquistado. Embora tenha poucas rodadas ainda, o Galo já mostra crescimento, com duas vitórias em três jogos da segunda parte do Brasileirão. O resultado deixou o Galo a dois pontos do grupo dos seis primeiros.

?Jogo era crucial pro Atlético se definir no campeonato. Se ia terminar brincando pelo G-6 ou se nós iríamos ficar nessa oscilação, aproximando da zona de rebaixamento. Não tem nada ainda definido, campeonato é longo, mas pelo perfil da nossa equipe e qualidade dos jogadores, tenho certeza que essa equipe vai ser o que precisávamos para alavancar no campeonato, para nos colocar, definitivamente, na briga pelo G-6?, acrescentou.

Contra a Ponte Preta o triunfo aconteceu de virada, com o Atlético sofrendo um gol aos 44 minutos do primeiro tempo e buscando o a vitória na etapa complementar. Giacomini revela a dificuldade do intervalo.

?Foi um dos vestiários mais difíceis pra mim nestes 12 anos de profissão, porque você tomar um gol aos 44 do primeiro tempo, numa bola parecida com o gol do Fluminense? Os jogadores estavam cabisbaixos, precisando de uma palavra de ânimo. Foi um vestiário muito mais emocional, deixei a parte tática pro fim. Conseguimos levantar o astral da turma. Deu certo. Jogadores foram muito guerreiros. O Atlético sai daqui muito fortalecido pra sequência?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS