PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Al-Sadd anuncia a contratação do espanhol Santi Cazorla

Meia espanhol superou graves lesões ao longo da carreira para ser um dos destaques do Villarreal na última edição do Campeonato Espanhol

19:05 | 20/07/2020
Santi Cazorla encerra passagem pelo Villarreal e vai jogar no Al-Saad (Foto: AFP)
Santi Cazorla encerra passagem pelo Villarreal e vai jogar no Al-Saad (Foto: AFP)

O meia espanhol Santi Cazorla jogará no Al-Saad, quem tem como técnico seu ex-companheiro da seleção da Espanha Xavi Hernández, anunciou o clube do Catar nesta segunda-feira (20).

"Chegamos a um acordo com Santi Cazorla. Ele chegará a Doha em breve para concluir algumas formalidades e se juntar à equipe", informou o Al-Saad em sua conta no Twitter.

"Bem-vindo Santi ao nosso clube. Desejamos tudo de melhor e que possamos conquistar muitos títulos. Muito obrigado!", acrescentou o o time do Catar em outra postagem na rede social em espanhol.

A saída de Cazorla de Villarreal para o Catar estava sendo anunciada há poucos dias na imprensa espanhola.

No sábado, o time espanhol publicou um vídeo em suas redes sociais, no qual Cazorla anunciava sua saída.

"O Villarreal me deu tudo. Aos 18 anos, apostou em um garoto de Oviedo que não era conhecido por ninguém. Foi um orgulho poder terminar minha carreira com Bruno", afirmou Cazorla em um vídeo ao lado do meia Bruno Soriano, que anunciou, por sua parte, sua aposentadoria do futebol.

"Esperamos que, como aconteceu com a minha partida anterior, seja um até breve", acrescentou Cazorla, que voltou ao "Submarino Amarelo", onde jogou entre 2003 e 2011, e em 2018.

O ex-jogador da seleção espanhola retornou ao Villareal após se recuperar de uma lesão no tendão de Aquiles em 2016, quando jogou pelo Arsenal.

O meia assinou contrato com a equipe inglesa em 2012, da qual ficou a afastado desde a lesão até o final de seu contrato em 2018.

Campeão com a Espanha nas Eurocopas de 2008 e 2012, Cazorla foi operado oito vezes em quase dois anos, e depois sofreu uma infecção no tendão, gerando temor de que uma amputação fosse necessária.