PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Veja o motivo da expulsão de Gabigol na final da Libertadores

Artilheiro rubro-negro levou cartão vermelho minutos depois de marcar os gols do título do Flamengo

15:38 | 25/11/2019
Gabigol também é o artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 22 gols
Gabigol também é o artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 22 gols (Foto: AFP)

Quando o placar marcava 1 a 0 para o River Plate, aos 44 minutos do segundo tempo, Gabigol anotou seu primeiro tento na decisão. Logo em seguida, o atacante aproveitou o vacilo de Pinola e balançou as redes pela segunda vez. Ainda teve tempo para ele ser expulso nos instantes finais. Com um saldo de dois gols e uma expulsão, o camisa 9 do Flamengo se tornou o herói do segundo título da Libertadores, 38 anos depois da primeira conquista.

Muitas pessoas que acompanhavam o jogo ficaram sem entender o motivo da expulsão de Gabigol. No entanto, após Palacios cometer falta em Bruno Henrique e ser expulso da partida, o artilheiro do Flamengo se dirigiu até o campo de defesa para beber água e sacudiu os órgãos genitais em direção ao torcedores argentinos. Instantes depois, ele repetiu o gesto para os jogadores que estavam da equipe argentina.

Não percebendo a atitude de Gabigol, o árbitro Roberto Tobar foi avisado por outros membros da equipe de arbitragem e aplicou o cartão vermelho para o atacante rubro-negro. Apesar da revolta com a advertência, a alegria logo tomou conta dos jogadores do Flamengo e, após o apito final, começou a festa do título dentro de campo.

De acordo com os regulamentos consultados pela diretoria do Flamengo, Gabigol deve cumprir suspensão na próxima competição organizada pela Conmebol: Recopa ou Libertadores 2020.

Na temporada 2019, o atacante chegou a marca de 40 gols marcados em 54 partidas disputadas. Na Libertadores, foram nove gols marcados em 12 jogos, ganhando o prêmio de artilheiro da edição deste ano.