PUBLICIDADE
Esportes

Visando corrigir problemas, Zé Ricardo faz ajustes na bola parada

Preocupado com os gols sofridos pela defesa do Vasco em lances de bola parada, o técnico Zé Ricardo aproveitou o treinamento realizado na manhã deste sábado, em São Januário, para melhorar o posicionamento dos jogadores em faltas e escanteios. O Cruzmaltino joga na noite deste domingo, pelo Campeonato Carioca, diante do Boavista, em Cariaciaca, no [?]

14:30 | 03/03/2018

Preocupado com os gols sofridos pela defesa do Vasco em lances de bola parada, o técnico Zé Ricardo aproveitou o treinamento realizado na manhã deste sábado, em São Januário, para melhorar o posicionamento dos jogadores em faltas e escanteios.

O Cruzmaltino joga na noite deste domingo, pelo Campeonato Carioca, diante do Boavista, em Cariaciaca, no Espírito Santo. O treinador vai repetir a equipe que iniciou a partida diante do Macaé: Martín, Pikachu, Paulão, Erazo e Henrique; Desábato, Wellington, Evander, Wagner e Paulinho; Andrés Ríos.

Durante a atividade, o treinador paralisou o treinamento para que todos aplaudissem Breno, Kelvin e Ramon que corriam em volta do gramado. Os três jogadores estão em recuperação de lesões.

Depois do treino, Yago Pikachu concedeu entrevista e disse que o Vasco precisa demonstrar superioridade técnica quando enfrentam clubes considerados de menor investimento. O jogador disse que as equipes têm dificultado muito a vida do time de São Januário e o Vasco precisa demonstrar a superioridade técnica para não passar tanto sufoco: ?Não existe mais isso de camisa ganhar os jogos. Tem que ter determinação e força de vontade, senão o adversário passa por cima?, afirmou o atleta.

Pikachu recordou as dificuldades enfrentadas contra o Macaé e disse que o Vasco só conseguiu vencer porque nunca desistiu de atacar, Ele disse que o Vasco ainda está se ajustando porque muitos jogadores chegaram na atual temporada. E disse que o time vai brigar até o fim por uma vaga nas semifinais do Carioca: ?Não podemos menosprezar a competição porque ficamos fora do primeiro turno. É força máxima para chegarmos na semifinal?, frisou o lateral-direito.

 

Gazeta Esportiva

TAGS