PUBLICIDADE
Esportes

Vasco tenta corrigir erros defensivos para o clássico contra o Fluminense

Passada a vitória de 4 a 3 sobre o Boavista, que manteve o Vasco vivo na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, o time já começa a projetar o clássico contra o Fluminense, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, pela quarta rodada. A principal preocupação consiste em corrigir os erros [?]

13:15 | 05/03/2018

Passada a vitória de 4 a 3 sobre o Boavista, que manteve o Vasco vivo na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, o time já começa a projetar o clássico contra o Fluminense, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, pela quarta rodada. A principal preocupação consiste em corrigir os erros defensivos, pois o time vem sofrendo muitos gols.

Além dos três gols sofridos contra o Boavista, o time levou gol de Macaé e Portuguesa no Carioca e foi goleado por 4 a 0 pelo Jorge Wilstermann, na Bolívia, pela Copa Libertadores. O fato tem sido assunto no clube.

?É uma questão de concentração, mas sempre tentamos afastar o perigo. O problema é que quando a bola entra a responsabilidade é sempre do goleiro e dos zagueiros. Sai até no jornal de segunda-feira. Mas estamos trabalhando muito nos treinos para corrigirmos essa questão. Estamos nos cobrando muito nas atividades. A gente está melhorando aos poucos, e em pouco tempo vamos entrar naquilo que o Zé quer. Na próxima partida, tomara que possamos fazer gols e não tomar?, disse o zagueiro equatoriano Frikson Erazo.

Após a partida, o técnico Zé Ricardo também demonstrou preocupação com os gols sofridos,mas enfatizou a melhora no momento defensivo das bolas aéreas, algo com o que o time não sofria na última temporada e passou a ter dificuldades na atual.

?Nos últimos quatro meses do ano passado levamos apenas um gol de cabeça. Portanto, é claro que esta situação incomoda bastante. Temos que encontrar uma forma muito regular de trabalhar a bola aérea, mas são detalhes de concentração, de posicionamento corporal e tempo de bola. São detalhes que a gente precisa insistir, porque nesse tipo de momento específico do jogo, com muita repercussão, vamos continuar insistindo. Vamos continuar trabalhando, porque sabemos que com o grupo inteligente que temos a gente sabe que vamos conseguir melhorar esse comportamento?, ressaltou o treinador.

Como o elenco participou de um trabalho regenerativo nesta segunda-feira, a escalação do time para o clássico será definida no treino previsto para a tarde desta terça-feira em São Januário. Depois começa o período de concentração.

Gazeta Esportiva