PUBLICIDADE
Esportes

Vasco vai repetir time contra Concepción pela Libertadores

A goleada de 4 a 0 sobre a Universdidad Concepción, no Chile, na partida de ida da segunda fase da Copa Libertadores agradou ao técnico Zé Ricardo. Uma prova disso é que o treinador não fará nenhuma mudança para o choque de volta, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em São Januário, no Rio de [?]

14:45 | 05/02/2018

A goleada de 4 a 0 sobre a Universdidad Concepción, no Chile, na partida de ida da segunda fase da Copa Libertadores agradou ao técnico Zé Ricardo. Uma prova disso é que o treinador não fará nenhuma mudança para o choque de volta, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro. Na manhã desta segunda-feira o comandante liderou uma atividade tática e deixou muito claro o seu objetivo.

Após a vitória de 3 a 1 sobre o Volta Redonda abriu-se uma dúvida sobre a possível presença de Thiago Galhardo na equipe, já que o meia teve uma grande atuação. A atividade desta segunda-feira não contou com os atletas que trabalharam contra o Voltaço. Porém, mesmo assim o treinador não fará mudanças.

Com a decisão de manter o time, Zé Ricardo demonstra confiança na criação de jogadas, nas mãos atualmente de Evander, destaque na partida de ida, e Wagner: ?O Vasco tem boas opções para ser responsável pela criação de jogadas. Por que não o Evander? Por que não eu? O Evander é muito bom, tendo uma frieza que surpreende muito. Claro que se vier um camisa dez ele será bem recebido e vai ajudar muito, mas o clube está bem servido?, disse Galhardo.

Ainda sobre a equipe, o ataque continuará com o jovem Paulinho e com o argentino Andrés Rios como referência. Dessa maneira, se nada de anormal acontecer até a hora da partida, o Vasco vai a campo diante da Universdidad Concepción com a seguinte escalação: Martin Silva, Yago Pikachu, Ricardo, Frickson Erazo e Henrique; Leandro Desábato, Wellington, Evander e Wágner; Paulinho e Andrés Rios.

Nesta terça-feira o elenco do curzmaltino volta a trabalhar na parte da manhã, mais uma vez em São Januário, e depois começa o período de concentração para a partida. Com o resultado do primeiro jogo, o Cruz-Maltino tem o direito de perder até por três gols de diferença que mesmo assim vai garantir a classificação. Caso perca por 4 a 0 o time brasileiro terá que se submeter à disputa de pênaltis.

Quem avançar do duelo entre Vasco e Universidad Concepción vai encarar na próxima etapa o vitorioso do clássico boliviano entre Jorge Wilstermann e Oriente Petrolero, que duelam na quinta-feira. Na ida o Wilstermann ganhou, de virada, por 2 a 1.

Gazeta Esportiva

TAGS